São Paulo quer aumentar o leite em 40% - Balde Branco

A Secre­ta­ria de Agri­cul­tu­ra e Abas­te­ci­men­to do Esta­do de São Pau­lo inten­si­fi­ca­rá em 40% a pro­du­ti­vi­da­de de lei­te em São Pau­lo e pro­põe, para os pró­xi­mos 10 anos, ampli­ar a pro­du­ção anu­al de 1,7 bilhão para 2,5 bilhões litros do ali­men­to. Para isso, o gover­no ela­bo­rou o Pla­no de Desen­vol­vi­men­to da Bovi­no­cul­tu­ra de Lei­te Pau­lis­ta, que pre­vê que as ins­ti­tui­ções se orga­ni­zem para fazer par­ce­ri­as com lati­cí­ni­os, coo­pe­ra­ti­vas, empre­sas do setor, para que a ati­vi­da­de cres­ça de manei­ra constante.

De acor­do com o secre­tá­rio Arnal­do Jar­dim, é fundamen­tal que haja arti­cu­la­ção e inte­gra­ção das ações exis­ten­tes, para que ganhem esca­la e melhor sin­to­nia. “Que­re­mos ser par­tí­ci­pes de uma boa cau­sa, melho­ran­do a qua­li­da­de do lei­te e a remu­ne­ra­ção dos pro­du­to­res”, afir­mou, obser­van­do que o incen­ti­vo à pro­du­ção de lei­te tam­bém pre­vê a com­pra de lei­te de pro­du­to­res fami­li­a­res para for­ne­ci­men­to às insti­tuições peni­ten­ciá­ri­as, de saú­de e de educação.

Rolar para cima