Programa capixaba de Bovinocultura sustentável - Balde Branco

Com o obje­ti­vo de aumen­tar a pro­du­ti­vi­da­de e a qua­li­da­de da pecuá­ria bovi­na capi­xa­ba, com foco na sus­ten­ta­bi­li­da­de, o
Gover­no do Esta­do, lan­çou no iní­cio de novem­bro o Pro­gra­ma Capi­xa­ba de Bovi­no­cul­tu­ra Sus­ten­tá­vel. Segun­do Mar­ce­lo Suzart, dire­tor-pre­si­den­te do Inca­per-Ins­ti­tu­to Capi­xa­ba de Pes­qui­sa, Assis­tên­cia Téc­ni­ca e Exten­são Rural, a ini­ci­a­ti­va esta­be­le­ce uma polí­ti­ca públi­ca per­ma­nen­te para o desen­vol­vi­men­to do setor no Estado.

“O Pro­gra­ma visa for­ta­le­cer e desen­vol­ver a cadeia pro­du­ti­va da pecuá­ria bovi­na, visan­do melho­rar a qua­li­da­de dos produtos
ofer­ta­dos e aumen­tar a pro­du­ti­vi­da­de e a ren­da dos pro­du­to­res rurais”, afir­mou ele. Os pro­du­to­res serão clas­si­fi­ca­dos em três
gru­pos de tra­ba­lho: estru­tu­ra­ção da pro­pri­e­da­de, nutri­ção e ali­men­ta­ção dos ani­mais; mane­jo inter­me­diá­rio – índi­ces zoo­téc­ni­cos e ges­tão; e mane­jo avan­ça­do e comer­ci­a­li­za­ção de ani­mais com apti­dão produtiva.

A expec­ta­ti­va é que o refe­ri­do pro­gra­ma faci­li­te o aces­so dos pecu­a­ris­tas às tec­no­lo­gi­as de pro­du­ção e de ges­tão, ampliando
seus conhe­ci­men­tos. Além dis­so, pre­ten­de-se esti­mu­lar a diver­si­fi­ca­ção das ati­vi­da­des econô­mi­cas do meio rural e a recu­pe­ra­ção de áre­as degra­da­das e, prin­ci­pal­men­te, pro­por­ci­o­nar o aumen­to da ren­da dos pro­du­to­res rurais e de suas famí­li­as, além da gera­ção de empre­gos no campo.

Rolar para cima