Produtor em MG triplica produção de leite com o FIP Paisagens Rurais - Balde Branco

O pro­du­tor Pau­lo Antô­nio da Rocha Gui­ma­rães pas­sou de uma pro­du­ção diá­ria de 70 litros de lei­te em mar­ço para 230 litros no fim do ano

Produtor em MG triplica produção de leite com o FIP Paisagens Rurais

“Antes eu era um tira­dor de lei­te, ago­ra estou viran­do um pro­du­tor rural”. É assim que Pau­lo Antô­nio da Rocha Gui­ma­rães, do muni­cí­pio de Caná­po­lis, se defi­ne. Aos 77 anos, ele não ima­gi­na­va que a vida na pro­pri­e­da­de pudes­se ter tan­tas mudan­ças. Em 2020, ele viu a sua pro­du­ção de lei­te tri­pli­car depois de inte­grar o pro­gra­ma FIP Pai­sa­gens Rurais, do Sis­te­ma FAEMG/SENAR/INAES.

 

O téc­ni­co de cam­po Ale­jan­dro José de Melo fez a pri­mei­ra visi­ta em mar­ço e ela­bo­rou o diag­nós­ti­co da pro­pri­e­da­de. O pro­du­tor foi ori­en­ta­do a uti­li­zar a palha­da in natu­ra de aba­ca­xi na ali­men­ta­ção do gado. Como par­te da área é arren­da­da para uma plan­ta­ção da fru­ta, o pro­du­tor tinha a palha­da dis­po­ní­vel. Tam­bém foi fei­ta uma rota­ção de pas­ta­gem de mom­ba­ça, com o uso de piquetes.

 

“Com isso, con­se­gui­mos um ganho ener­gé­ti­co na ali­men­ta­ção do gado. A Mom­ba­ça, por exem­plo, tem um teor de pro­teí­na mais ele­va­do”, expli­ca Melo. Ele des­ta­ca que o pro­du­tor tam­bém pas­sou a eco­no­mi­zar na ração.

A mudan­ça pos­si­bi­li­tou um ganho subs­tan­ci­al na pro­pri­e­da­de, que pas­sou de uma pro­du­ção diá­ria de 70 litros de lei­te em mar­ço para 230 litros no fim do ano. “E o pro­du­tor não com­prou nenhum ani­mal nes­te perío­do”, com­ple­ta o técnico.

Hoje, Pau­lo está feliz com os resul­ta­dos e agra­de­ce a assis­tên­cia ofe­re­ci­da. “Com 70 litros, eu só con­se­guia pagar o vaquei­ro. Ago­ra estou pagan­do todas as con­tas e já pen­san­do em fazer uma pou­pan­ça”, comemora.

“Esse é um exem­plo de que con­se­gui­mos impac­tar a vida do pro­du­tor rural com os nos­sos pro­gra­mas que levam assis­tên­cia e ori­en­ta­ções téc­ni­cas e de ges­tão dire­ta­men­te a ele”, afir­mou o geren­te regi­o­nal do Sis­te­ma FAEMG/SENAR/INAES em Ube­ra­ba, Caio Oliveira.

Fon­te: CNA

Rolar para cima