Nova lei beneficia produtores de queijos artesanais em São Paulo - Balde Branco

Agora o queijo pode ser autoral, ter suas próprias denominações e cada produtor paulista terá, assim, seu produto mais valorizado

QUEIJOS ARTESANAIS

Nova lei beneficia produtores

de queijos artesanais em São Paulo

Sancionada pelo governador do Estado em fevereiro, a nova lei tira da clandestinidade milhares de produtores, que poderão ampliar as possibilidades de comercialização de seus produtos 

João Carlos de Faria, texto e fotos

Pro­du­to­res e con­su­mi­do­res do bom quei­jo arte­sa­nal fabri­ca­do no Esta­do de São Pau­lo que se pre­pa­rem, pois um novo ciclo está para se ini­ci­ar, com a regu­la­men­ta­ção da Lei 17.453/2021, con­for­me o Decre­to nº 66.523, assi­na­do pelo gover­na­dor do Esta­do no dia 23 de feve­rei­ro, no Palá­cio dos Bandeirantes. 

A lei resul­ta de pro­je­to de lei vota­do e apro­va­do no fim do ano pas­sa­do, na Assem­bleia Legis­la­ti­va pau­lis­ta, e esta­be­le­ce novas regras para os pro­du­tos de ori­gem ani­mal de cin­co cate­go­ri­as: cár­ne­os, lei­te, mel, pes­ca­dos e ovos e resul­ta de um tra­ba­lho fei­to a vári­as mãos, envol­ven­do enti­da­des como a Fede­ra­ção da Agri­cul­tu­ra do Esta­do de São Pau­lo (Faesp), Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Pro­du­to­res de Lei­te (Abra­lei­te) e a Asso­ci­a­ção Pau­lis­ta de Quei­jos Arte­sa­nais (APQA), além de vári­os órgãos do gover­no estadual.

Para continuar lendo, assine nossa revista