Troféu Agroleite abre votação para escolha dos melhores da cadeia leiteira - Balde Branco

Empre­sá­rio dará con­ti­nui­da­de ao tra­ba­lho rea­li­za­do por Már­cio Nery no decor­rer do últi­mo man­da­to; metas da asso­ci­a­ção inclu­em agre­gar mais infor­ma­ções para o setor da gené­ti­ca bovi­na, acom­pa­nhan­do seu cres­ci­men­to expressivo

Nelson Eduardo Ziehlsdorff é o novo presidente da ASBIA 

O empre­sá­rio Nel­son Edu­ar­do Ziehls­dorff é o novo dire­tor pre­si­den­te da Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al (ASBIA). Após ter atu­a­do como dire­tor da enti­da­de nos últi­mos três man­da­tos, o admi­nis­tra­dor de empre­sas assu­miu a pos­se da pre­si­dên­cia na últi­ma quar­ta-fei­ra (22), duran­te uma assem­bleia rea­li­za­da de for­ma virtual.

Pós-gra­du­a­do em Logís­ti­ca do Trans­por­te, Nel­son tam­bém é mem­bro da Asso­ci­a­ção dos Cri­a­do­res das Raças Jer­sey e Holan­dês no Cana­dá, dire­tor inter­na­ci­o­nal da Abra­lei­te (Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra dos Pro­du­to­res de Lei­te) e dire­tor da Asso­ci­a­ção Cata­ri­nen­se de Cri­a­do­res de Ovi­nos (ACCO).

Além dis­so, o novo pre­si­den­te da ASBIA tam­bém é res­pon­sá­vel por uma Hol­ding com­pos­ta por três empre­sas de refe­rên­cia na pecuá­ria naci­o­nal – Semex Bra­sil, Cen­tral Tai­ra­na e Cenat­te Embriões – além de ser pro­pri­e­tá­rio da SRC Farms e SRC Cor­dei­ros Premium.

Para Nel­son, o iní­cio des­ta nova eta­pa é moti­vo de come­mo­ra­ção, e o pre­si­den­te des­ta­ca as metas para o futu­ro da ASBIA.

“Nos­so prin­ci­pal obje­ti­vo será dar con­ti­nui­da­de ao pro­je­to que foi ini­ci­a­do três man­da­tos atrás – com a meta de esta­be­le­cer a ASBIA como uma asso­ci­a­ção que agre­gue cada vez mais valor para seus asso­ci­a­dos, tan­to as empre­sas de bio­tec­no­lo­gia e inse­mi­na­ção arti­fi­ci­al, quan­to as asso­ci­a­ções de raças bovi­nas”, comenta.

Uma das fer­ra­men­tas usa­das para cum­prir essa meta é a publi­ca­ção tri­mes­tral do INDEX ASBIA, um rela­tó­rio com­ple­to que reú­ne os dados do setor de pro­du­ção e comer­ci­a­li­za­ção de gené­ti­ca bovi­na e os apre­sen­ta orga­ni­za­dos nos níveis naci­o­nal, esta­du­al e municipal.

“O INDEX está cada vez mais con­so­li­da­do e se aper­fei­ço­an­do a cada momen­to, aju­dan­do no dire­ci­o­na­men­to das ações do setor. Isso é com­pro­va­do pelos dados que evi­den­ci­am o cres­ci­men­to explo­si­vo da inse­mi­na­ção arti­fi­ci­al no Bra­sil: em 2021, foram cole­ta­das qua­se 24 milhões de doses de sêmen, um aumen­to de 61% face ao ano ante­ri­or. E as ven­das tam­bém impres­si­o­nam: soman­do as ven­das para cli­en­te final, expor­ta­ção e pres­ta­ção de ser­vi­ço, o cres­ci­men­to é de 21%, alcan­çan­do 28,706,330 doses comer­ci­a­li­za­das em 2021”, apon­ta Nelson.

Com o iní­cio do novo man­da­to, a ASBIA tam­bém tra­ba­lha­rá com foco em incor­po­rar de for­ma mais pro­fis­si­o­nal as empre­sas vol­ta­das para o setor de embriões bovi­nos. “Essa estra­té­gia é fun­da­men­tal para con­ti­nu­ar agre­gan­do a nos­sos asso­ci­a­dos a infor­ma­ção que real­men­te faci­li­ta a toma­da de deci­são, mos­tran­do o poten­ci­al gené­ti­co e con­fir­man­do por meio de dados ofi­ci­ais que o Bra­sil é um dos paí­ses onde o uso de embriões mais cres­ce, em nível mun­di­al”, com­ple­ta o presidente.

Dire­to­ria
Com o iní­cio do novo man­da­to, a dire­to­ria da ASBIA está com­pos­ta da seguin­te forma:

Dire­to­ria: Nel­son Edu­ar­do Ziehls­forff (Dire­tor Pre­si­den­te); Luis Adri­a­no Tei­xei­ra (Dire­tor Ope­ra­ci­o­nal); Sér­gio de Bri­to Pri­e­to Saud (Dire­tor de Mar­ke­ting); Ger­son Cláu­dio San­ches (Dire­tor Técnico).

Con­se­lho Admi­nis­tra­ti­vo: Már­cio Nery Maga­lhães Júni­or (Pre­si­den­te); Car­los Vivac­qua Car­nei­ro da Luz; Thi­a­go Suas­su­na Zani­ni; Rena­ta Pereira.

Con­se­lho Fis­cal: Fer­nan­do Fur­ta­do Vel­lo­so; Runi den Hartog.

Fon­te: ASBIA