Missão sanitária no Uruguai e Argentina - Balde Branco

Aten­den­do à deman­da do depu­ta­do fede­ral gaú­cho Alceu Morei­ra, o Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to con­si­de­rou opor­tu­na a rea­li­za­ção de mis­são sani­tá­ria nas indús­tri­as de lati­cí­ni­os uru­guai­as e argen­ti­nas que expor­tam para o Bra­sil. “Des­de o come­ço do Mer­co­sul, nenhu­ma mis­são gover­na­men­tal este­ve nos paí­ses vizi­nhos a fim de cer­ti­fi­car sobre as ques­tões sani­tá­ri­as e de trans­por­te. Atu­al­men­te a fis­ca­li­za­ção é rea­li­za­da exclu­si­va­men­te pelos órgãos sani­tá­ri­os e vete­ri­ná­ri­os locais”, argumenta.

O ação pode pos­si­bi­li­tar tam­bém um inter­câm­bio de infor­ma­ções sobre outros que­si­tos de pro­du­ção. “Ten­do em vis­ta a gran­de quan­ti­da­de de pro­du­tos que entram em nos­so país, nada mais cor­re­to que fis­ca­li­zar. O mes­mo que ocor­re, por exem­plo, com paí­ses que envi­am repre­sen­tan­tes ao Bra­sil para conhe­cer nos­sas plan­tas de fri­go­rí­fi­cos antes de com­prar os pro­du­tos”, justifica.

Rolar para cima