Leite continua sendo alimento básico nos EUA - Balde Branco

O con­su­mo per capi­ta de bebi­das à base de lei­te de vaca tem se retraí­do nos últi­mos anos. O con­su­mo per capi­ta caiu a uma taxa média anu­al de 0,9% entre 1995 e 2010. Ao con­trá­rio do lei­te de vaca, as ven­das de bebi­das à base de vege­tais e fru­tas estão em ascen­são e ganhan­do mais es­paço no cor­re­dor de lác­te­os. Es­ses pro­du­tos inclu­em amên­doa, soja, coco, caju, arroz e outras bebi­das à base de plantas.

Um rela­tó­rio recen­te do De­partamento de Agri­cul­tu­ra dos Esta­dos Uni­dos (USDA) apon­ta ten­dên­ci­as dis­tin­tas entre as duas opções de pro­du­tos, mas des­ta­ca que o con­su­mo de lei­te de vaca ain­da é um ali­men­to bási­co na mai­o­ria das casas ame­ri­ca­nas. Ape­nas 3,3% das famí­li­as com­pra­ram uma ou mais bebi­das vege­tais, enquan­to o res­tan­te ficou com o lei­te de vaca.

Dados mos­tram que a par­ticipação de mer­ca­do do lei­te de vaca caiu de 94,3% em 2013 para 92,4% em 2015. Ao mes­mo tem­po, a par­ti­ci­pa­ção de mer­ca­do de bebi­das de amên­do­as pas­sou de 3,4% para 5,1%, enquan­to as bebi­das de soja caí­ram de 1,8% para 1,4%. As ven­das de outras bebi­das vege­tais aumen­ta­ram de 0,4% para 1,1%.

Rolar para cima