Laboratório de Qualidade do Leite investe em melhoria na prestação de serviços - Balde Branco

Entre as medi­das ado­ta­das estão a cole­ta das amos­tras nos lati­cí­ni­os, em veí­cu­lo refri­ge­ra­do e com moni­to­ra­men­to ple­no e em tem­po real; ampli­a­ção do esco­po de aná­li­ses de resul­ta­dos com a inclu­são de Caseí­na e Nitro­gê­nio Uréi­co e rea­li­za­ção de pales­tras para seus cli­en­tes com apre­sen­ta­ção de temas específicos

Laboratório de Qualidade do Leite investe em melhoria na prestação de serviços

Certi­fi­ca­do pelo Inme­tro com a ISO 17025, o Labo­ra­tó­rio de Qua­li­da­de do Lei­te (LQL) da Embra­pa Gado de Lei­te ado­tou uma série de medi­das que visam apri­mo­rar o rela­ci­o­na­men­to com seus cli­en­tes ao imple­men­tar melho­ri­as sig­ni­fi­ca­ti­vas na pres­ta­ção de ser­vi­ços. Entre as medi­das ado­ta­das estão a cole­ta das amos­tras nos lati­cí­ni­os, em veí­cu­lo refri­ge­ra­do e com moni­to­ra­men­to ple­no e em tem­po real; ampli­a­ção do esco­po de aná­li­ses de resul­ta­dos com a inclu­são de Caseí­na e Nitro­gê­nio Uréi­co e rea­li­za­ção de pales­tras para seus cli­en­tes com apre­sen­ta­ção de temas espe­cí­fi­cos. Para infor­mar as novi­da­des e ori­en­tar quan­to aos novos pro­ce­di­men­tos, está sen­do fei­to um aten­di­men­to dire­to e per­so­na­li­za­do, canal que será man­ti­do para estrei­tar o rela­ci­o­na­men­to com a cli­en­te­la. Ain­da este ano, o LQL irá ado­tar um novo soft­ware, que for­ne­ce­rá rela­tó­ri­os mais com­ple­tos aos cli­en­tes e infor­ma­ções impor­tan­tes para cadeia pro­du­ti­va do leite.

Com mais de 170 cli­en­tes ati­vos de toda a Região Sudes­te e da Bahia e uma média men­sal de 28 mil aná­li­ses, o LQL da Embra­pa Gado de Lei­te é um dos oitos inte­gran­tes da Rede Bra­si­lei­ra de Labo­ra­tó­ri­os de Con­tro­le de Qua­li­da­de do Lei­te (RBQL) do Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to, cujos obje­ti­vos são: moni­to­rar a qua­li­da­de do lei­te cru no país, pro­por­ci­o­nar o ple­no exer­cí­cio da ação fis­cal com refe­rên­cia à qua­li­da­de do lei­te pro­du­zi­do no país, defi­nir os pro­to­co­los ope­ra­ci­o­nais para har­mo­ni­za­ção dos pro­ce­di­men­tos labo­ra­to­ri­ais e estru­tu­rar, ali­men­tar e geren­ci­ar o ban­co de dados de qua­li­da­de do lei­te no Brasil.

Segun­do o che­fe-geral da Embra­pa Gado de Lei­te, Pau­lo Mar­tins, a cole­ta dire­to nas indús­tri­as, com datas pre­vi­a­men­te agen­da­das, está sen­do pos­sí­vel por meio de par­ce­ria fir­ma­da com a Coop­me­tro. O Tra­ba­lho con­tri­bui para que amos­tras não sejam des­car­ta­das por pro­ble­mas de con­ser­va­ção devi­do à tem­pe­ra­tu­ra fora do padrão, além de per­mi­tir a ras­tre­a­bi­li­da­de de todo o pro­ces­so logís­ti­co, des­de o lati­cí­nio até o labo­ra­tó­rio.  O ana­lis­ta do LQL, Ander­son Christ, infor­ma que, ao todo, são qua­tro rotas pré defi­ni­das, que são per­cor­ri­das duas vezes por mês. Em julho, por exem­plo, foram aten­di­dos 72 cli­en­tes na pri­mei­ra quin­ze­na de cole­ta e 45 na segun­da quin­ze­na, tota­li­zan­do cer­ca de 18 mil amos­tras cole­ta­das, ten­do sido per­cor­ri­dos 12.288 quilômetros.

Mar­tins des­ta­ca que a dis­po­ni­bi­li­za­ção de resul­ta­dos de aná­li­ses de Nitro­gê­nio Uréi­co a todos os cli­en­tes que rea­li­zem aná­li­ses de Con­ta­gem de Célu­las Somá­ti­cas e Com­po­nen­tes, per­mi­te ao pro­du­tor uti­li­zar a infor­ma­ção no ajus­te de die­tas, pos­si­bi­li­tan­do aumen­to na pro­du­ção de lei­te. Já os resul­ta­dos de aná­li­ses de Caseí­na, for­ne­cem dados subs­tan­ci­al­men­te rele­van­tes para o ren­di­men­to de pro­du­tos lác­te­os, em espe­ci­al os queijos

Outro ser­vi­ço impor­tan­te pres­ta­do pelo LQL é a rea­li­za­ção de pales­tras e deba­tes on line, que con­tri­bu­em para a dis­se­mi­na­ção e uni­for­mi­za­ção de conhe­ci­men­tos espe­cí­fi­cos. O pes­qui­sa­dor Ales­san­dro de Sá, res­pon­sá­vel pela orga­ni­za­ção e medi­a­ção des­sas webi­nars, fri­sa que os temas são deman­da­dos pelos pró­pri­os cli­en­tes.  Ele res­sal­ta que os even­tos vir­tu­ais reú­nem espe­ci­a­lis­tas em diver­sos assun­tos e têm obti­do exce­len­te par­ti­ci­pa­ção do públi­co, inclu­si­ve com enca­mi­nha­men­to de mui­tos ques­ti­o­na­men­tos, que são escla­re­ci­dos pelos apre­sen­ta­do­res. Já foram rea­li­za­das webi­nars para dis­cu­tir as ins­tru­ções nor­ma­ti­vas 76 e 77, boas prá­ti­cas de mane­jo para con­tro­le bac­te­ri­a­no total (CBT), boas prá­ti­cas para con­tro­le da qua­li­da­de da água na pro­pri­e­da­de e, mais recen­te­men­te, os desa­fi­os para a manu­ten­ção do Pla­no de Qua­li­da­de de For­ne­ce­do­res de Lei­te (PQFL) duran­te a pan­de­mia. Para Ales­san­dro, as medi­das ado­ta­das apri­mo­ram o pro­fis­si­o­na­lis­mo do labo­ra­tó­rio e tra­zem impac­tos posi­ti­vos para um mai­or con­tro­le da qua­li­da­de do lei­te no país.

 

A expec­ta­ti­va ago­ra é pela imple­men­ta­ção de um novo soft­ware que está em desen­vol­vi­men­to e deve­rá ser uti­li­za­do ain­da este ano. Ander­son Christ asse­gu­ra que além de gerar rela­tó­ri­os mais com­ple­tos e orga­ni­za­dos para os cli­en­tes e ato­res da cadeia pro­du­ti­va do lei­te, a nova fer­ra­men­ta pro­por­ci­o­na­rá mai­or auto­no­mia para a cli­en­te­la por meio de uma inte­ra­ção dire­ta com o sis­te­ma do labo­ra­tó­rio. Tam­bém vai per­mi­tir a cri­a­ção de senhas de aces­so para o cli­en­te e para os pro­du­to­res a eles vin­cu­la­dos, pos­si­bi­li­tan­do o cadas­tra­men­to dire­to de amos­tras, acom­pa­nha­men­to de sta­tus e his­tó­ri­co das aná­li­ses, impres­são de resul­ta­dos, bole­tos e notas fis­cais, além de aces­so aos dados cadas­trais que faci­li­tam atu­a­li­za­ções, entre outros benefícios.

Fon­te: Embra­pa Gado de Leite

Rolar para cima