Webi­nar gra­tui­to tam­bém vai dis­cu­tir os novos cená­ri­os para a pecuá­ria de lei­te e de cor­te visan­do a pro­du­ção de ali­men­to duran­te o inverno

II Webinar Nutrição Animal Biotrigo debate estratégias de manejo de trigo para produção de pastagem e silagem

A alta do dólar, que ele­vou o valor das com­mo­di­ti­es de soja e milho, favo­re­ceu ain­da mais a entra­da do tri­go no mer­ca­do de nutri­ção ani­mal, tan­to para a pro­du­ção de sila­gem, quan­to de pas­te­jo. O uso do grão é uma alter­na­ti­va mais em con­ta e per­mi­te uma die­ta com cus­to-bene­fí­cio inte­res­san­te para o pro­du­tor. As estra­té­gi­as de mane­jo de tri­go para a pro­du­ção de pas­ta­gem e sila­gem e os novos cená­ri­os para a pecuá­ria de lei­te e de cor­te visan­do a pro­du­ção de ali­men­to duran­te o inver­no são os temas do II Webi­nar Nutri­ção Ani­mal. O even­to acon­te­ce no dia 25 de mar­ço, a par­tir das 19h, com trans­mis­são ao vivo, ins­cri­ções aber­tas ao públi­co e aces­so gratuito.

De acor­do com o enge­nhei­ro agrô­no­mo e Geren­te Regi­o­nal Sul da Bio­tri­go, Tia­go de Pau­li, esse segun­do webi­nar terá a pre­sen­ça de pales­tran­tes reno­ma­dos com atu­a­ção no seg­men­to de nutri­ção ani­mal. “Vai ser um even­to bem téc­ni­co, foca­do em sanar as dúvi­das dos pecu­a­ris­tas. O foco prin­ci­pal é levar infor­ma­ção de qua­li­da­de para que o pro­du­tor pos­sa ter mais suces­so na sua pro­pri­e­da­de”, explica. 

Entre os pales­tran­tes con­fir­ma­dos está Wag­ner Bes­kow, Ph.D em sis­te­mas pas­to­ris pela Mas­sey Uni­ver­sity (NZ), sócio-dire­tor, pes­qui­sa­dor e con­sul­tor da Trans­pon­do Pes­qui­sa, Trei­na­men­to e Con­sul­to­ria Agro­pe­cuá­ria. Segun­do Wag­ner, o even­to acon­te­ce em um momen­to deter­mi­nan­te para o pro­du­tor, em que ele deve deci­dir o que vai plan­tar em cada área no inver­no. A pri­mei­ra reco­men­da­ção é o cui­da­do com a semen­te. “Não se eco­no­mi­za em qua­li­da­de de semen­te, não se tra­ba­lha com semen­tes que não tenham um pro­ces­so de fis­ca­li­za­ção ou de cer­ti­fi­ca­ção por trás. Eco­no­mi­as nes­se sen­ti­do saem mui­to caro”. O suces­so do ali­men­to a ser pro­du­zi­do no inver­no vai depen­der da com­pre­en­são da impor­tân­cia da adu­ba­ção e mane­jo. “O pro­du­tor nor­mal­men­te acre­di­ta que bas­ta com­prar um mate­ri­al supe­ri­or, plan­tar de qual­quer manei­ra na pro­pri­e­da­de e ter resul­ta­do. Cha­ma­mos a aten­ção para o que vem antes: implan­ta­ção cor­re­ta, adu­ba­ção e mane­jo. Domi­nan­do isso, o pro­du­tor tem con­di­ções de usar mate­ri­ais supe­ri­o­res”. Essa com­bi­na­ção de gené­ti­ca vege­tal den­tro da semen­te, com adu­ba­ção cor­re­ta e mane­jo ade­qua­do, seja de pas­te­jo ou de cor­te, é determinante.

Para o pales­tran­te, os tri­gos há mui­to tem­po têm tido seu lugar nes­se mer­ca­do. “O tri­go para pas­te­jo, por exem­plo, pode ser implan­ta­do mais cedo sem gran­des pro­ble­mas. É mais pre­co­ce, então vai dar o pri­mei­ro pas­te­jo antes, o que é mui­to bem-vin­do. Tem alta qua­li­da­de e boa pro­du­ção de mas­sa. Isso pre­en­che uma lacu­na den­tro do sis­te­ma de pro­du­ção e das estra­té­gi­as do uso de for­ra­gei­ras”, expli­ca. Segun­do ele, o gran­de erro de alguns pro­du­to­res é jus­ta­men­te não aten­ta­rem para a impor­tân­cia do inves­ti­men­to em conhe­cer o mate­ri­al. “Esse é o pon­to que deve­re­mos abor­dar duran­te a pales­tra ‘Estra­té­gi­as de uso de for­ra­gei­ras anu­ais de inver­no para alta ren­ta­bi­li­da­de da pro­du­ção ani­mal’”, comenta.

 

Posi­ci­o­na­men­to técnico

Duran­te o Webi­nar, o médi­co vete­ri­ná­rio e super­vi­sor de Nutri­ção Ani­mal da Bio­tri­go, Ales­san­dro Case­ri, vai apre­sen­tar a pales­tra “Como pode­mos con­tri­buir com o futu­ro da sua pro­pri­e­da­de?”. De acor­do com Ales­san­dro, na empre­sa rural, o pro­pri­e­tá­rio deve estar liga­do em todos os pro­ces­sos e come­çar a atu­ar pelos prin­ci­pais gar­ga­los da fazen­da. “É comum que se per­cam nes­se pro­ces­so, haja vis­to que há sem­pre mui­to o que melho­rar. Porém, como um bom ges­tor, deve elen­car o que é mais impor­tan­te e urgen­te. Nes­se con­tex­to, cer­ta­men­te, a ali­men­ta­ção ani­mal esta­rá den­tro des­se pon­to de revi­são”. Duran­te sua apre­sen­ta­ção, Ales­san­dro vai apre­sen­tar o posi­ci­o­na­men­to téc­ni­co dos mate­ri­ais da Bio­tri­go Gené­ti­ca para nutri­ção ani­mal. “O alto poten­ci­al gené­ti­co das cul­ti­va­res, ali­a­do com o cor­re­to posi­ci­o­na­men­to téc­ni­co, farão o pro­du­tor dar um pas­so bas­tan­te impor­tan­te em bus­ca de melho­res resul­ta­dos den­tro de sua ati­vi­da­de”, completa.

 

Ins­cri­ções gratuitas

 

Os par­ti­ci­pan­tes tam­bém terão a opor­tu­ni­da­de de con­fe­rir a pales­tra “Tec­no­lo­gi­as em nutri­ção para pro­pri­e­da­des de lei­te”, com o zoo­tec­nis­ta e espe­ci­a­lis­ta em nutri­ção de rumi­nan­tes lei­tei­ros e geren­te cor­po­ra­ti­vo UNE Pro­du­ção Ani­mal da Cotri­jal, Ren­ne Gra­na­to. O even­to terá a apre­sen­ta­ção do geren­te comer­ci­al para a Amé­ri­ca Lati­na da Bio­tri­go Gené­ti­ca, Fer­nan­do Wag­ner. Para ver a pro­gra­ma­ção com­ple­ta e fazer a ins­cri­ção, bas­ta aces­sar o LINK. O Webi­nar con­ta com o patro­cí­nio de Agri­firm, Cotri­jal Nutri­ção Ani­mal, Lab­nu­tris e MilkSeeds.

 

Ser­vi­ço

II Webi­nar Nutri­ção Ani­mal Biotrigo

Data: 25 de mar­ço – quinta-feira

Horá­rio: 19h

Ins­cri­ções gra­tui­tas: https://bit.ly/2web-biotrigo-nutricao

Fon­te: Asses­so­ria de Comu­ni­ca­ção da Biotrigo

 

 
Rolar para cima