Governo que aumentar o leite em SP - Balde Branco

Com um pla­no que arti­cu­la e inte­gra ações den­tro do setor lei­tei­ro, a pecuá­ria lei­tei­ra deve cres­cer 40% nos pró­xi­mos 10 anos

A Secre­ta­ria de Agri­cul­tu­ra e Abas­te­ci­men­to do Esta­do de São Pau­lo inten­si­fi­ca­rá em 40% a pro­du­ção de lei­te em São Pau­lo e pro­põe, para os pró­xi­mos 10 anos, ampli­ar a cap­ta­ção anu­al de 1,7 bilhão para 2,5 bilhões litros. O Pla­no de Desen­vol­vi­men­to da Bovi­no­cul­tu­ra de Lei­te Pau­lis­ta foi apre­sen­ta­do pela Comis­são Téc­ni­ca de Bovi­no­cul­tu­ra, da Pas­ta, duran­te o II Workshop Pro­gra­ma Mais Lei­te Sau­dá­vel, rea­li­za­do pelo Sin­di­lei­te-Sin­di­ca­to da Indús­tria de Lati­cí­ni­os e Pro­du­tos Deri­va­dos no Esta­do de São Pau­lo, no dia 23 de mar­ço, com a pre­sen­ça do secre­tá­rio Arnal­do Jardim.

De acor­do com o agen­te agro­pe­cuá­rio do Escri­tó­rio de Desen­vol­vi­men­to Rural (EDR) de Catan­du­va e mem­bro da Comis­são, Car­los Paga­ni Neto, a meta de cres­ci­men­to é impor­tan­te para devol­ver ao Esta­do o pro­ta­go­nis­mo na pro­du­ção lei­tei­ra. “O Pla­no pre­vê que as ins­ti­tui­ções se orga­ni­zem para fazer par­ce­ri­as com lati­cí­ni­os, coo­pe­ra­ti­vas, empre­sas do setor, para que a ati­vi­da­de cres­ça de manei­ra cons­tan­te”, expli­cou Paga­ni em pales­tra no evento.

Para Arnal­do Jar­dim, é fun­da­men­tal que haja arti­cu­la­ção e inte­gra­ção das ações exis­ten­tes, para que ganhem esca­la e melhor sin­to­nia. “Que­re­mos ser par­tí­ci­pes de uma boa cau­sa, melho­ran­do a qua­li­da­de do lei­te e a remu­ne­ra­ção dos pro­du­to­res. Os desa­fi­os são evi­den­tes, pois somos um Esta­do impor­ta­dor de lei­te, assim como o Bra­sil tam­bém impor­ta. Mas com uma polí­ti­ca ade­qua­da, o talen­to e a von­ta­de de empre­en­der dos pro­du­to­res, pode­mos suprir o mer­ca­do de for­ma efi­ci­en­te”, afirmou.

De acor­do com o secre­tá­rio, o incen­ti­vo à pro­du­ção de lei­te tam­bém ganha­rá impor­tan­te pro­je­ção com o Pro­gra­ma Pau­lis­ta da Agri­cul­tu­ra de Inte­res­se Soci­al (Ppais Lei­te), desen­vol­vi­do em par­ce­ria com a Fun­da­ção Ins­ti­tu­to de Ter­ras do Esta­do de São Pau­lo “José Gomes da Sil­va” (Itesp), que pre­vê a com­pra de lei­te de agri­cul­to­res fami­li­a­res para for­ne­ci­men­to às ins­ti­tui­ções peni­ten­ciá­ri­as, de saú­de e de edu­ca­ção. “O gover­na­dor Geral­do Alck­min, que se pre­o­cu­pa com o for­ta­le­ci­men­to da cadeia de lei­te pau­lis­ta, deci­diu incluir o lei­te nes­te pro­gra­ma, um estí­mu­lo a mais para os pro­du­to­res”, afirmou.

O even­to, que reu­niu repre­sen­tan­tes do Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to e da Pas­ta Esta­du­al, ori­en­tou repre­sen­tan­tes dos lati­cí­ni­os sobre diver­sos aspec­tos do Pro­gra­ma Mais Lei­te Sau­dá­vel, do gover­no fede­ral, que per­mi­te à pes­soa jurí­di­ca bene­fi­ciá­ria a apu­ra­ção de cré­di­tos pre­su­mi­dos da Con­tri­bui­ção para os Pro­gra­mas de Inte­gra­ção Soci­al e de For­ma­ção do Patrimô­nio do Ser­vi­dor Públi­co (PIS/Pasep) e da Con­tri­bui­ção para o Finan­ci­a­men­to da Segu­ri­da­de Soci­al (Cofins).

De acor­do com o supe­rin­ten­den­te fede­ral do Mapa em São Pau­lo, Fran­cis­co Fer­rei­ra Jar­dim, a par­ce­ria com o gover­no pau­lis­ta é estra­té­gi­ca para melho­rar a qua­li­da­de da pro­du­ção. “Esta­mos mon­tan­do uma par­ce­ria com a Secre­ta­ria pau­lis­ta para que, por meio de pro­gra­mas como o Cati Lei­te, o setor pro­du­ti­vo pos­sa uti­li­zar este recur­so para melho­rar a qua­li­da­de do lei­te”, dis­se, infor­man­do que o pro­je­to pode­rá se rever­ter em cer­ca de R$ 5,5 milhões para que o pro­du­tor pos­sa inves­tir na melho­ria de sua produção.

Rolar para cima