Fazenda em Lagoa Formosa (MG) otimiza produção de leite com ajuda da tecnologia de monitoramento - Balde Branco

Famí­lia San­ta­na deci­diu inves­tir na oti­mi­za­ção do seu reba­nho, com o apoio do Sen­seHub, sis­te­ma da mar­ca All­flex Lives­tock Intelligence

 

Fazenda em Lagoa Formosa (MG) otimiza produção de leite com ajuda da tecnologia de monitoramento 

A cida­de de Lago For­mo­sa, em Minas Gerais, abri­ga a Fazen­da Lage­a­do, pro­pri­e­da­de dedi­ca­da à agri­cul­tu­ra e à pecuá­ria lei­tei­ra. Ape­sar de estar em ati­vi­da­de há qua­se 50 anos, o pri­mei­ro bar­ra­cão foi cons­truí­do em 2017 para aco­mo­dar o reba­nho. Em bus­ca de aumen­tar o desem­pe­nho dos ani­mais e a sua pro­du­ti­vi­da­de, a famí­lia San­ta­na bus­cou diver­sas tec­no­lo­gi­as que des­sem supor­te para cres­ci­men­to do negó­cio. Entre as esco­lhas está o sis­te­ma de moni­to­ra­men­to Sen­seHub, da All­flex, mar­ca da MSD Saú­de Ani­mal Intelligence.

Sob o coman­do de três irmãos, o ges­tor da Lage­a­do, João Pau­lo San­ta­na, deta­lha que a pro­pri­e­da­de hoje con­ta com 550 vacas em lac­ta­ção, que pro­du­zem em tor­no de 18 mil litros/dia de lei­te. “A equi­pe tem hoje 40 pes­so­as, entre lei­te e agri­cul­tu­ra, e não é a nos­sa inten­ção aumen­tar mui­to o núme­ro de vacas. Che­ga­mos num momen­to em que a fazen­da ficou satu­ra­da em ques­tão de estru­tu­ra físi­ca e para pro­du­ção de comi­da, mas esta­mos inten­si­fi­can­do cada vez mais em pro­du­ti­vi­da­de e acre­di­ta­mos que a tec­no­lo­gia é o cami­nho para che­gar­mos ao nos­so objetivo”.

Em pou­cos meses de uti­li­za­ção do sis­te­ma de moni­to­ra­men­to da All­flex já foram nota­das melho­ri­as na saú­de, prin­ci­pal­men­te encon­trar, diag­nos­ti­car e recu­pe­rar os ani­mais mais rapi­da­men­te. “Tan­to em doen­ças meta­bó­li­cas como ceto­se, aci­do­se, into­xi­ca­ção e até mes­mo mas­ti­te, o sis­te­ma tem nos aju­da­do iden­ti­fi­car as enfer­mi­da­des mais cedo. Outro pon­to é na repro­du­ção e está se refle­ti­do na nos­sa taxa de ser­vi­ço, que já subiu 15% depois do iní­cio do uso da tec­no­lo­gia”, pon­tua Santana.

“Na saú­de o moni­to­ra­men­to tem sido mui­to impor­tan­te, pois con­se­gui­mos tra­tar os ani­mais antes que o aspec­to físi­co apa­re­ça. Ele mos­tra quan­do o pro­ble­ma ain­da é imper­cep­tí­vel, assim con­se­gui­mos come­çar o tra­ta­men­to antes de o ani­mal apre­sen­tar um qua­dro pior. Acom­pa­nha­mos alguns casos pelo apli­ca­ti­vo e real­men­te coin­ci­de de a rumi­na­ção de um ani­mal dimi­nuir e quan­do vamos ver ele está com febre.”, com­ple­ta o estu­dan­te de Medi­ci­na Vete­ri­ná­ria e sani­ta­ris­ta da fazen­da, Adri­a­no Braga.

O geren­te da pro­pri­e­da­de, Ronal­do San­ta­na, con­ta que a ado­ção do sis­te­ma de moni­to­ra­men­to aju­dou a roti­na da fazen­da. “Na par­te da manhã a gen­te vai no cen­tro de mane­jo, por onde todos os ani­mais vão pas­sar em algum momen­to do dia e pela orde­nha. Veri­fi­ca­mos os ani­mais em cio para acom­pa­nha­men­to repro­du­ti­vo e quais estão no rela­tó­rio de saú­de”, relata.

A res­pon­sá­vel pelos dados zoo­téc­ni­cos, Lore­na San­ta­na, con­ta que a famí­lia tem gos­ta­do mui­to da solu­ção. “Lan­ço os dados no sis­te­ma de ges­tão, faço a expor­ta­ção para o apli­ca­ti­vo e ali eu pos­so ver na hora o que está acon­te­cen­do com o ani­mal. É um sis­te­ma que sim­pli­fi­ca mui­to a nos­sa vida”, atesta.

Para a Coor­de­na­do­ra de Ter­ri­tó­rio da MSD Saú­de Ani­mal Intel­li­gen­ce, Anna Lui­za Bel­li, foi mui­to satis­fa­tó­rio obser­var que mes­mo em uma fazen­da que já tinha óti­mos índi­ces zoo­téc­ni­cos, o sis­te­ma de moni­to­ra­men­to ain­da con­se­guiu agre­gar bas­tan­te. “Após o iní­cio do uso do moni­to­ra­men­to, a Fazen­da Lage­a­do con­se­guiu, por exem­plo, aumen­tar o núme­ro de inse­mi­na­ções por cio natu­ral, com uma taxa de con­cep­ção aci­ma do que vinham tra­ba­lhan­do, redu­zin­do assim o cus­to com pro­to­co­los”, com­ple­men­ta a médi­ca-vete­ri­ná­ria que acom­pa­nha o tra­ba­lho na propriedade.

Assis­ta ao vídeo que mos­tra como a Fazen­da Lage­a­do mudou o jogo com o moni­to­ra­men­to All­flex: https://www.youtube.com/watch?v=QUODqD7ipJY

Fon­te: All­flex Lives­tock Intelligence