EUA reclamam do protecionismo do Canadá - Balde Branco

Em uma car­ta ao pre­si­den­te Donald Trump, gru­pos da indús­tria de lác­te­os dos EUA dis­se­ram que as polí­ti­cas comer­ci­ais pro­te­ci­o­nis­tas do Cana­dá são inten­ci­o­nal­men­te pro­je­ta­das para blo­que­ar as impor­ta­ções do país e vio­lam dire­ta­men­te o com­pro­mis­so assu­mi­do no Tra­ta­do de Livre Comér­cio da Amé­ri­ca do Nor­te (Naf­ta) e na OMC-Orga­ni­za­ção Mun­di­al do Comércio.

Esta é a segun­da car­ta que a indús­tria de lác­te­os dos EUA escre­veu para Trump des­de que foi elei­to para o car­go, pedin­do que ele aja sobre as polí­ti­cas comer­ci­ais “ina­cei­tá­veis” do Cana­dá. Na car­ta, o setor ale­ga que o Cana­dá já impõe “tari­fas exor­bi­tan­tes” sobre as impor­ta­ções e que ape­nas um aces­so limi­ta­do ao mer­ca­do cana­den­se é con­ce­di­do pelo Nafta.

Os gru­pos de lác­te­os dos EUA deli­ne­a­ram e quan­ti­fi­ca­ram o pre­juí­zo que isso pode­ria ter para a eco­no­mia dos EUA. De acor­do com o Depar­ta­men­to de Agri­cul­tu­ra dos Esta­dos Uni­dos (USDA), US$ 1 bilhão de expor­ta­ções de pro­du­tos lác­te­os dos EUA geram mais de 20 mil empre­gos para os ame­ri­ca­nos e qua­se US $ 3 bilhões na pro­du­ção econômica.

Rolar para cima