ESALQSHOW reúne público qualificado e consolida missão de aproximar academia da sociedade - Balde Branco

Edi­ção 2019 do Fórum de Ino­va­ção para o Agro­ne­gó­cio Sus­ten­tá­vel já tem data mar­ca­da e deve atrair a par­ti­ci­pa­ção de outras uni­ver­si­da­des, além da Esalq/USP

Duran­te três dias, mem­bros da aca­de­mia, pro­fis­si­o­nais e lide­ran­ças do agro­ne­gó­cio bra­si­lei­ro e inter­na­ci­o­nal esti­ve­ram reu­ni­dos no ESALQSHOW – Fórum de Ino­va­ção para o Agro­ne­gó­cio Sus­ten­tá­vel, rea­li­za­do entre 9 e 11 de outu­bro, na Esalq/USP, em Pira­ci­ca­ba (SP). O even­to reu­niu 3.300 par­ti­ci­pan­tes, 80 pales­tran­tes, 74 expo­si­to­res, além de 21 vitri­nes que trou­xe­ram à cena­pro­du­tos e ser­vi­ços já dis­po­ní­veis no mer­ca­do, desen­vol­vi­dos pela pes­qui­sa e exten­são da uni­ver­si­da­de. A pró­xi­ma edi­ção já tem data mar­ca­da e será entre 9 e 11 de outu­bro de 2019.

Para Rober­to Rodri­gues, pre­si­den­te do Con­se­lho do ESALQSHOW, o even­to se con­so­li­da como difu­sor de conhe­ci­men­to com a mis­são de apro­xi­mar a soci­e­da­de dos tra­ba­lhos desen­vol­vi­dos pela uni­ver­si­da­de. “Essa ini­ci­a­ti­va tem pro­por­ci­o­na­do abrir as por­tas para a soci­e­da­de do agro­ne­gó­cio e dia­lo­gar com as suas deman­das. O ESALQSHOW é mais uma bri­lhan­te semen­te plan­ta­da em ter­ra mui­to fér­til e por isso só ten­de a cres­cer. Acho que esse time é ven­ce­dor e vai gole­ar daqui pra fren­te, todos os anos”, acredita.

O dire­tor da Esalq, Luiz Gus­ta­vo Nus­sio, fez um balan­ço das ati­vi­da­des e enfa­ti­zou que a ini­ci­a­ti­va teve êxi­to no for­ma­to das ati­vi­da­des e na pro­gra­ma­ção, que aten­deu à deman­da soli­ci­ta­da pelo mer­ca­do na edi­ção pas­sa­da. “Os espa­ços foram recon­fi­gu­ra­dos e o pro­gra­ma foi apri­mo­ra­do. Isso é um gran­de labo­ra­tó­rio para a nos­sa ins­ti­tui­ção, não só do pon­to de vis­ta cur­ri­cu­lar, mas na ofer­ta que faze­mos para a soci­e­da­de. Estou con­ven­ci­do de que deve­mos seguir adi­an­te, tor­nan­do o ESALQSHOW mais vigo­ro­so a cada ano”.

Segun­do Luiz Mario Macha­do Sal­vi, pre­si­den­te da Araiby, empre­sa que orga­ni­za a ESALQSHOW em con­jun­to com a Esalq, a pro­pos­ta para a pró­xi­ma edi­ção é apro­xi­mar e enga­jar outras ins­ti­tui­ções de ensi­no. “Tive­mos mui­to apoio para essa edi­ção, as empre­sas ade­ri­ram em um núme­ro mai­or do que o ano pas­sa­do, mas ain­da temos mui­to a cres­cer. E, já esta­mos tra­ba­lhan­do para 2019, rece­ben­do suges­tões para ajus­tar­mos ao novo pro­je­to. Uma das idei­as é de que mais uni­ver­si­da­des pos­sam par­ti­ci­par, venham tam­bém expor seus pro­je­tos, tra­ba­lhos e pes­qui­sas, agre­gan­do ain­da mais ain­da para o even­to”, aposta.

Pas­sa­gem de bas­tão na presidência

O encer­ra­men­to do ESALQSHOW, no dia 11, con­tou com a cerimô­nia da pas­sa­gem de bas­tão da pre­si­dên­cia. Depois de dois anos coor­de­nan­do as ati­vi­da­des do con­se­lho do ESALQSHOW, Rober­to­Ro­dri­gues pas­sou a cadei­ra para Luiz Car­los Cor­rêa Car­va­lho, pre­si­den­te da ABAG – Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Agro­ne­gó­cio. Para o novo pre­si­den­te do Con­se­lho do ESALQSHOW, a nova emprei­ta­da será enca­ra­da com mui­to empe­nho. “Que­re­mos fazer his­tó­ria e espe­ro estar à altu­ra de con­du­zir esse pro­ces­so nos pró­xi­mos anos com uma visão glo­bal que pos­sa cor­res­pon­der à gran­de­za da Esalq”.

AgTe­ch Val­ley Sum­mit tra­ça pers­pec­ti­vas e solu­ções para o futuro

As prin­ci­pais lide­ran­ças e pro­fis­si­o­nais nos dife­ren­tes seg­men­tos do agro­ne­gó­cio mar­ca­ram pre­sen­ça no AgTe­ch Val­ley Sum­mit, even­to que inte­grou a pro­gra­ma­ção do ESALQSHOW. “Ges­tão de sis­te­mas inte­gra­dos em agri­cul­tu­ra” e “Agri­cul­tu­ra tro­pi­cal e a soci­e­da­de no futu­ro” foram os temas que nor­te­a­ram os dez pai­néis e mais de 20 pales­tran­tes em dois dias de even­tos, como obje­ti­vo apon­tar os desa­fi­os e novas idei­as, dis­cu­tir as últi­mas ten­dên­ci­as do mer­ca­do e esti­mu­lar pos­sí­veis solu­ções e pers­pec­ti­vas para o futuro.

Encon­tro de Lideranças

Lide­ran­ças da aca­de­mia, agên­ci­as de pes­qui­sa, setor pro­du­ti­vo, gover­no e enti­da­des repre­sen­ta­ti­vas se reu­ni­ram para dis­cu­tir o futu­ro da agri­cul­tu­ra tro­pi­cal para a soci­e­da­de, tema cen­tral des­ta edi­ção do ESALQSHOW. O fórum foi mode­ra­do pelo jor­na­lis­ta e publi­ci­tá­rio, José Luiz Tejon e con­tou com a par­ti­ci­pa­ção do Secre­tá­rio de Agri­cul­tu­ra e Abas­te­ci­men­to do Esta­do de São Pau­lo, Fran­cis­co Fer­rei­ra Ser­gio Jar­dim; o jor­na­lis­ta Hum­ber­to Perei­ra, ex-edi­tor che­fe do Glo­bo Rural e um dos cri­a­do­res da cam­pa­nha da Glo­bo “Agro: a indús­tria rique­za do Bra­sil”; Cle­ber Oli­vei­ra Soa­res, dire­tor-exe­cu­ti­vo de Ino­va­ção e Tec­no­lo­gia da Embra­pa; João Dor­nel­las, pre­si­den­te-exe­cu­ti­vo da ABIA – Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra das Indús­tri­as da Ali­men­ta­ção; Jacyr Cos­ta Filho, pre­si­den­te do Cosag e dire­tor-pre­si­den­te do Gru­po Tere­os; Luiz Gus­ta­vo Nus­sio, dire­tor da Esalq/Usp e Rober­to Rodri­gues, pre­si­den­te do Con­se­lho ESALQSHOW e cate­drá­ti­co “Luiz de Queiroz”.

Espa­ço Ino­var Esalq & Cia

Levan­tar as prin­ci­pais pro­ble­má­ti­cas e deman­das da agri­cul­tu­ra fami­li­ar, apre­sen­tar as ten­dên­ci­as e solu­ções para este seg­men­to foram algu­mas das pro­pos­tas dos pai­néis apre­sen­ta­dos no Espa­ço Ino­var Esalq & Cia, duran­te o ESALQSHOW.

O Espa­ço pro­mo­veu ati­vi­da­des como o “Pai­nel Agri­cul­tu­ra Fami­li­ar” com pales­tras deba­tes e um Hac­kathon com a par­ti­ci­pa­ção de uni­ver­si­da­des, órgãos de pes­qui­sa e fomen­to e repre­sen­tan­tes do Gover­no e de enti­da­des para levan­tar as prin­ci­pais pro­ble­má­ti­cas que envol­vem esse seg­men­to. Foi rea­li­za­do tam­bém o pai­nel “Agri­cul­tu­ra Digi­tal”, que tra­tou de aspec­tos como ins­tru­men­ta­ção, moni­to­ra­men­to e mer­ca­do; conec­ti­vi­da­de, usuá­rio de tec­no­lo­gia e tec­no­lo­gia no uso da água e o Semi­ná­rio “Pers­pec­ti­vas de Agte­ch Star­tups no Bra­sil e no mun­do” e uma mesa redon­da para star­tups. Os par­ti­ci­pan­tes tam­bém pude­ram conhe­cer o tra­ba­lho de star­tups, pes­qui­sas e ino­va­ções tec­no­ló­gi­cas desen­vol­vi­dos pela Esalq/USP.

Clí­ni­ca de con­sul­to­ria para star­tups pro­mo­veu mais de 20 aten­di­men­tos 

Um dos des­ta­ques do ESALQSHOW foi a rea­li­za­ção iné­di­ta­da Clí­ni­ca de Con­sul­to­ria para Star­tups e Empre­en­de­do­res com foco em agri­cul­tu­ra e agro­ne­gó­ci­os. Ao todo, foram pro­mo­vi­dos 25 aten­di­men­tos para inte­res­sa­dos em empre­en­der ou empre­en­de­do­res com star­tups em dife­ren­tes está­gi­os tive­ram seções de con­sul­to­ri­as de 40 minu­tos cada, de for­ma exclu­si­va e indi­vi­du­al, foca­das em alguns dos módu­los mais impor­tan­tes para o desen­vol­vi­men­to de sua ati­vi­da­de e mate­ri­a­li­za­ção das idei­as. O pro­je­to foi con­du­zi­do por alu­nos da Esalq que fazem par­te do PET (Pro­gra­ma de Edu­ca­ção Tuto­ri­al) – Bio­tec­no­lo­gia Agrí­co­la, do Minis­té­rio da Edu­ca­ção, com supor­te do SEBRAE e da Usi­na de Inovação.

Vitri­ne ESALQ

Com a pro­pos­ta de apro­xi­mar a aca­de­mia da comu­ni­da­de, a Vitri­ne ESALQ, que inte­gra a pro­gra­ma­ção do ESALQSHOW, expôs e pro­mo­veu demons­tra­ções de pro­je­tos e ser­vi­ços de exce­lên­cia desen­vol­vi­dos pela aca­de­mia e que são dis­po­ni­bi­li­za­dos à sociedade.Ao todo, a Vitri­ne ESALQ apre­sen­tou 21 pro­du­tos e ser­vi­ços em 11 Vitri­nes, que ser­vem tan­to para o ambi­en­te rural ou urba­no. A pro­gra­ma­ção tam­bém ofe­re­ceu aos visi­tan­tes ati­vi­da­des e visi­tas aos depar­ta­men­tos e laboratórios.

O uso de dro­nes para cole­ta de ima­gens para fins de melho­ra­men­to de plan­tas, como pro­du­zir uma bebi­da com exce­lên­cia, visi­ta à des­ti­la­ria, téc­ni­cas de pro­du­ção de inse­tos e áca­ros para con­tro­le bio­ló­gi­co, o impac­to que os agroquí­mi­cos cau­sam a inse­tos bené­fi­cos, espé­ci­es de plan­tas medi­ci­nais, aro­má­ti­cas e con­di­men­ta­res ori­gi­ná­ri­as de diver­sas par­tes do Bra­sil e do mun­do, foram alguns dos pro­je­tos apre­sen­ta­dos no evento.

Rolar para cima