Energia solar faz bem ao bolso e ao meio ambiente - Balde Branco

TECNOLOGIA

Energia solar

faz bem ao bolso e ao meio ambiente

Oportunidades de negócio são vantajosas, desde a aquisição com capital próprio até modelo similar ao leasing, sempre trazendo redução dos custos na fazenda

Luiz H. Pitombo

O setor rural detém cer­ca de 13% de toda a ener­gia solar foto­vol­tai­ca ins­ta­la­da no País, fican­do atrás ape­nas dos seto­res resi­den­ci­al urba­no, comer­ci­al e de ser­vi­ços. O pro­fes­sor e pes­qui­sa­dor Adri­a­no Moeh­lec­ke, um dos coor­de­na­do­res do Núcleo de Tec­no­lo­gia em Ener­gia Solar da Pon­ti­fí­cia Uni­ver­si­da­de Cató­li­ca do Rio Gran­de do Sul (PUC-RS), estu­di­o­so no assun­to des­de a déca­da de 1980, jus­ti­fi­ca que o cres­ci­men­to tem sido mai­or nas áre­as urba­nas, pelo valor mais ele­va­do da ener­gia elé­tri­ca, mas que no cam­po seu uso tam­bém aumen­ta e ten­de a cres­cer cada vez mais.

Nes­te sen­ti­do, para levar o sis­te­ma foto­vol­tai­co para pro­pri­e­da­des rurais foi cri­a­do, na PUC-RS, o pro­je­to Agro­so­lar, reu­nin­do a Itai­pu Bina­ci­o­nal, três coo­pe­ra­ti­vas do oes­te do Para­ná (Copa­col, C. Vale e Lar), além da Orga­ni­za­ção das Coo­pe­ra­ti­vas do Esta­do do Para­ná (Oce­par) e o Ser­vi­ço Bra­si­lei­ro de Apoio às Micro e Peque­nas Empre­sas (Sebrae-PR). Por meio dele foram pro­du­zi­dos estu­dos e serão publi­ca­dos manu­ais diri­gi­dos aos pro­du­to­res de lei­te, aves e suí­nos. São sis­te­mas de micro­ge­ra­ção para auto­con­su­mo das propriedades.

O pro­je­to de lei­te foi ins­ta­la­do em pro­pri­e­da­de situ­a­da no muni­cí­pio de Medi­a­nei­ra, na Coo­pe­ra­ti­va Lar, com inves­ti­men­to de R$ 100 mil. A esti­ma­ti­va é de que em oito ou nove anos ele será pago, com a usi­na per­ma­ne­cen­do na pro­pri­e­da­de por um total de 25 a 30 anos.

Para continuar lendo, assine nossa revista

Rolar para cima