Embrapa Gado de Leite está preparada para iniciar testes de detecção
A Embra­pa infor­ma ter capa­ci­da­de para rea­li­zar até 1.100 aná­li­ses por dia, com esca­la de tra­ba­lho 24 horas

Embrapa Gado de Leite está preparada para iniciar testes de detecção do Covid 19

Loca­li­za­da em Juiz de Fora (MG), a Embra­pa Gado de Lei­te colo­cou à dis­po­si­ção do gover­no fede­ral sua estru­tu­ra ins­ta­la­da para aju­dar na rea­li­za­ção de tes­tes labo­ra­to­ri­ais de iden­ti­fi­ca­ção da Covid-19. Os tes­tes serão rea­li­za­dos por meio do equi­pa­men­to Real Time PCR, que obtém resul­ta­do com 99,6% de acu­rá­cia (pre­ci­são). Deve­rão ser rece­bi­das amos­tras de Juiz de Fora e muni­cí­pi­os próximos.

A Embra­pa Gado de Lei­te pos­sui três equi­pa­men­tos RT-PCR e seis pro­fis­si­o­nais trei­na­dos para ope­rá-los com o nível de segu­ran­ça que a ação exi­ge. A equi­pe deve­rá ser ampli­a­da por meio de par­ce­ria com outras ins­ti­tui­ções da região. Assim, infor­ma ter capa­ci­da­de para rea­li­zar até 1.100 aná­li­ses por dia, com esca­la de tra­ba­lho 24 horas. 

Como os testes do Covid-19 serão feitos?

A Embra­pa Gado de Lei­te irá se tor­nar uma impor­tan­te ali­a­da do sis­te­ma de saú­de de Juiz de Fora e região. A mis­são da empre­sa de pes­qui­sa será fazer o tes­te labo­ra­to­ri­al que iden­ti­fi­ca a pre­sen­ça do Covid-19. Por­tan­to, não cabe­rá à Embra­pa aten­der dire­ta­men­te a população.

A cole­ta de amos­tras de sali­va dos paci­en­tes sus­pei­tos con­ti­nu­a­rá sen­do fei­ta pelo sis­te­ma de saú­de. Em segui­da, a amos­tra é pro­ces­sa­da para extrair uma par­te do mate­ri­al gené­ti­co, o RNA, que tam­bém é o tipo de infor­ma­ção gené­ti­ca que o vírus carrega.

A Embra­pa Gado de Lei­te será res­pon­sá­vel pela ter­cei­ra eta­pa do pro­ces­so, que é o tes­ta­gem do RNA, uti­li­zan­do o equi­pa­men­to RT-PCR. Esse tes­te con­fir­ma a pre­sen­ça ou a ausên­cia do Coro­na­ví­rus, com 99,6% de acu­rá­cia (pre­ci­são). A téc­ni­ca ampli­fi­ca o RNA do Covid-19 nas amos­tras positivas.

O tra­ba­lho será fei­to por uma equi­pe de pes­qui­sa­do­res dou­to­res, capa­ci­ta­da em uni­ver­si­da­des bra­si­lei­ras e inter­na­ci­o­nais de refe­rên­cia. Outro fator impor­tan­te para asse­gu­rar a acu­rá­cia dos resul­ta­dos é o uso de equi­pa­men­tos de últi­ma gera­ção com a cali­bra­ção correta.

Os resul­ta­dos dos tes­tes RT-PCR serão envi­a­dos às auto­ri­da­des sani­tá­ri­as de cada muni­cí­pio para que os paci­en­tes sai­bam se estão infec­ta­dos ou não e para que ocor­ra o con­tro­le da doen­ça na região.

Quando a operação será iniciada?

A Embra­pa Gado de Lei­te aguar­da ori­en­ta­ções do Minis­té­rio da Saú­de, que irá se arti­cu­lar com as auto­ri­da­des da região, defi­nin­do os pro­ce­di­men­tos para os tes­tes. As ações serão pron­ta­men­te comu­ni­ca­das à impren­sa, asse­gu­ran­do infor­ma­ções à população.

Testes serão conduzidos pela Embrapa em todo o Brasil

A con­tri­bui­ção da Embra­pa aten­de deman­da do Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to, que está atu­an­do em par­ce­ria com o Minis­té­rio da Saú­de. A minis­tra Tere­za Cris­ti­na soli­ci­tou à Embra­pa o levan­ta­men­to dos labo­ra­tó­ri­os capa­zes de con­du­zir tes­tes com a téc­ni­ca RT-PCR e terem seu uso roti­nei­ro redi­re­ci­o­na­do para iden­ti­fi­car a even­tu­al pre­sen­ça do coro­na­ví­rus em amos­tras biológicas. 

Os labo­ra­tó­ri­os da Embra­pa pode­rão ser uti­li­za­dos na eta­pa de ampli­fi­ca­ção e detec­ção do mate­ri­al gené­ti­co (RNA fita sim­ples) do Coro­na­ví­rus nas amos­tras rece­bi­das. Os tes­tes serão super­vi­si­o­na­dos pelo Minis­té­rio da Saú­de em con­jun­to com ins­ti­tui­ções como a Fun­da­ção Osval­do Cruz (Fio­cruz) e o Ins­ti­tu­to Adol­fo Lutz. 

A capa­ci­da­de ins­ta­la­da na Embra­pa em todo o país indi­ca a pos­si­bi­li­da­de de uso de 47 labo­ra­tó­ri­os. As estru­tu­ras geral­men­te são usa­das para tare­fas como detec­ção de genes de inte­res­se agronô­mi­co em plan­tas, ani­mais e micror­ga­nis­mos e podem ter seu uso adap­ta­do para a neces­si­da­de pre­vis­ta pelo Minis­té­rio da Saú­de. Com base na infra­es­tru­tu­ra dis­po­ní­vel a Embra­pa pode, poten­ci­al­men­te, con­tri­buir com qua­se 43 mil aná­li­ses por dia. 

A Empre­sa já vem cola­bo­ran­do com a Fio­cruz para a rea­li­za­ção de tes­tes de detec­ção de Chi­kun­gunya, den­gue e zica vírus, com o empre­go da mes­ma tec­no­lo­gia, visan­do ali­vi­ar as deman­das do sis­te­ma de saúde.

Secre­ta­ria de Inte­li­gên­cia e Rela­ções Estra­té­gi­cas da Embra­pa (Sire) / Núcleo de Comu­ni­ca­ção Orga­ni­za­ci­o­nal da Embra­pa Gado de Lei­te
Embra­pa Gado de Leite

Rolar para cima