Emater/MG lança Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal - Balde Branco

O Con­cur­so Esta­du­al do Quei­jo Minas Arte­sa­nal é pro­mo­vi­do todo ano pela Ema­ter-MG, vin­cu­la­da à Secre­ta­ria de Esta­do de Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to (Sea­pa), com o obje­ti­vo de esti­mu­lar a pro­du­ção de quei­jos de qua­li­da­de, pro­mo­ver a divul­ga­ção entre con­su­mi­do­res e incen­ti­var a lega­li­za­ção de queijarias.

Emater/MG lança Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal de 2020

Foi anun­ci­a­do na últi­ma ter­ça-fei­ra, 20, o Con­cur­so Esta­du­al do Quei­jo Minas Arte­sa­nal, que este ano terá edi­ção espe­ci­al pelos 300 anos de Minas. As ins­cri­ções já estão aber­tas e vão até o dia 6 novem­bro. As fichas pre­en­chi­das devem ser entre­gues nos escri­tó­ri­os locais da Ema­ter-MG, no muni­cí­pio de onde o quei­jo é pro­du­zi­do. O regu­la­men­to e a ficha de ins­cri­ção estão publi­ca­dos no site da Ema­ter-MG: www.emater.mg.gov.br.

Minas Gerais pos­sui sete regiões carac­te­ri­za­das e reco­nhe­ci­das como pro­du­to­ras de Quei­jo Minas Arte­sa­nal. São elas: Ara­xá, Cam­po das Ver­ten­tes, Canas­tra, Cer­ra­do, Ser­ra do Sali­tre, Ser­ro e Tri­ân­gu­lo Minei­ro. O Con­cur­so Esta­du­al do Quei­jo Minas Arte­sa­nal é pro­mo­vi­do todo ano pela Ema­ter-MG, vin­cu­la­da à Secre­ta­ria de Esta­do de Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to (Sea­pa), com o obje­ti­vo de esti­mu­lar a pro­du­ção de quei­jos de qua­li­da­de, pro­mo­ver a divul­ga­ção entre con­su­mi­do­res e incen­ti­var a lega­li­za­ção de queijarias.

Even­to de lançamento

O lan­ça­men­to da com­pe­ti­ção de 2020 foi fei­to pelo pre­si­den­te da Ema­ter-MG, Gus­ta­vo Later­za, duran­te semi­ná­rio on-line pro­mo­vi­do pela empre­sa com o tema:  “Quei­jos de lei­te cru: valo­ri­za­ção da pro­du­ção minei­ra”. O even­to cele­brou o Dia Inter­na­ci­o­nal de Valo­ri­za­ção dos Quei­jos de Lei­te Cru, come­mo­ra­do no últi­mo dia 17. “A agen­da do quei­jo faz par­te do dia a dia dos tra­ba­lhos da Ema­ter, jun­to às equi­pes téc­ni­cas dos escri­tó­ri­os.  Ela é mui­to impor­tan­te, pois o quei­jo faz par­te da cul­tu­ra e tra­di­ção do povo minei­ro. E o con­cur­so valo­ri­za o pro­du­tor dele”, destacou. 

 

O semi­ná­rio tam­bém con­tou com a par­ti­ci­pa­ção da secre­ta­ria de Esta­do de Agri­cul­tu­ra, Ana Maria Valen­ti­ni, que gra­vou um vídeo, de téc­ni­cos da Ema­ter-MG, da Sea­pa e de repre­sen­tan­tes de pro­du­to­res de quei­jos arte­sa­nais de Minas Gerais.

Valen­ti­ni lem­brou que Minas é a prin­ci­pal bacia lei­tei­ra do pais e o Quei­jo Minas Arte­sa­nal tem um valor expres­si­vo no pro­ces­sa­men­to des­se pro­du­to.  “Por ano são pro­du­zi­dos nove bilhões de litros de lei­te, o que cor­res­pon­de 26% do país. Par­te des­te volu­me é trans­for­ma­do em quei­jo e os mai­o­res des­ta­ques são os quei­jos arte­sa­nais, fabri­ca­dos a par­tir de lei­te cru, que não foi pas­teu­ri­za­do, nem pas­sou por pro­ces­so tér­mi­co. E isso tor­na o quei­jo úni­co por sua com­ple­xi­da­de de sabor, diver­si­da­de e his­tó­ria. Ele é um quei­jo vivo”, ressaltou.

Regu­la­men­to

A com­pe­ti­ção vai pre­mi­ar os cin­co pri­mei­ros colo­ca­dos. Os quei­jos serão ava­li­a­dos em sabor, tex­tu­ra, aro­ma, apre­sen­ta­ção, cor e con­sis­tên­cia, por um júri qua­li­fi­ca­do, for­ma­do estu­di­o­sos da pro­du­ção quei­jei­ra e por pro­fis­si­o­nais com ampla expe­ri­ên­cia na área. Tam­bém have­rá um prê­mio do júri popu­lar for­ma­do por jornalistas.

 

Podem se ins­cre­ver os pro­du­to­res per­ten­cen­tes a qual­quer das tra­di­ci­o­nais micror­re­giões pro­du­to­ras e tam­bém os loca­li­za­dos em muni­cí­pi­os fora das regiões carac­te­ri­za­das, con­for­me per­mi­ti­do pela Lei 19.492 de 2011, des­de que este­ja lega­li­za­do jun­to ao Ins­ti­tu­to Minei­ro de Agro­pe­cuá­ria (IMA).

Tam­bém estão aptos a par­ti­ci­par do con­cur­so os pro­du­to­res lega­li­za­dos jun­to ao Ser­vi­ço de Ins­pe­ção Muni­ci­pal e/ou Con­sór­cio Regi­o­nal de Ins­pe­ção, des­de que o muni­cí­pio onde está a pro­pri­e­da­de faça par­te de uma das sete regiões caracterizadas.

Por cau­sa da pan­de­mia, o jul­ga­men­to e a sole­ni­da­de de pre­mi­a­ção des­te ano terão res­tri­ção de públi­co. A entre­ga dos prê­mi­os será em Belo Hori­zon­te no final de novembro.

Fon­te: Emater/MG

Rolar para cima