Elizabeth Nogueira Fernandes é a primeira mulher a chefiar a Embrapa Gado de Leite - Balde Branco

Em cerimô­nia vir­tu­al trans­mi­ti­da pelo You­tu­be, Eli­za­beth Noguei­ra Fer­nan­des subs­ti­tui Pau­lo do Car­mo Martins

 
 
 

Elizabeth Nogueira Fernandes é a primeira mulher a chefiar a Embrapa Gado de Leite 

Tomou pos­se nes­ta quin­ta-fei­ra (2) a nova che­fe-geral da Embra­pa Gado de Lei­te, Eli­za­beth Noguei­ra Fer­nan­des. Pri­mei­ra mulher a che­fi­ar essa uni­da­de da Embra­pa, ela subs­ti­tui Pau­lo do Car­mo Mar­tins, que este­ve à fren­te da Uni­da­de des­de 2014. A nova ges­to­ra é pes­qui­sa­do­ra da Embra­pa des­de 1994, sen­do gra­du­a­da em Enge­nha­ria Flo­res­tal pela Uni­ver­si­da­de Fede­ral de Viço­sa, com mes­tra­do e dou­to­ra­do em Ciên­cia Flo­res­tal pela mes­ma ins­ti­tui­ção e pós-dou­to­ra­do em Eco­no­mia do Meio Ambi­en­te pela Unicamp.

A cerimô­nia de pos­se ocor­reu de for­ma vir­tu­al, trans­mi­ti­da pelo You­tu­be, e con­tou com a par­ti­ci­pa­ção do pre­si­den­te da Embra­pa Cel­so Moret­ti e dire­to­res exe­cu­ti­vos da Empre­sa, além do pes­qui­sa­dor e pro­fes­sor Pau­lo do Car­mo Mar­tins, que dei­xa o car­go. Moret­ti res­sal­tou a meri­to­cra­cia no pro­ces­so de sele­ção dos che­fes-gerais da Embra­pa, para­be­ni­zan­do a nova ges­to­ra, que con­cor­reu com outros dois can­di­da­tos de altís­si­mo nível numa sele­ção públi­ca e trans­pa­ren­te. Em sua fala, o pre­si­den­te da Embra­pa tam­bém enal­te­ceu os suces­si­vos recor­des do agro­ne­gó­cio bra­si­lei­ro e sua gran­de par­ti­ci­pa­ção na eco­no­mia naci­o­nal. “Na déca­da de 70 do sécu­lo pas­sa­do, o Bra­sil era impor­ta­dor de ali­men­tos. A Embra­pa, em con­jun­to com as Uni­ver­si­da­des, ins­ti­tui­ções esta­du­ais de pes­qui­sa e exten­são rural, é par­te da gran­de revo­lu­ção na pro­du­ção de ali­men­tos ocor­ri­da no país”, des­ta­cou Moretti.

Em seu pro­nun­ci­a­men­to, Mar­tins fez um res­ga­te do tem­po em que este­ve à fren­te da Uni­da­de, con­tri­buin­do com a trans­for­ma­ção digi­tal do setor por meio de ações como o Ide­as for Milk, resi­dên­cia zoo­téc­ni­ca digi­tal e a cri­a­ção do Silo de Ino­va­ção Aber­ta. Tan­to ele quan­to Moret­ti afir­ma­ram que o mode­lo ESG (tra­du­zi­do do inglês Gover­nan­ça Ambi­en­tal, Soci­al e Cor­po­ra­ti­va) veio para ficar e que a sus­ten­ta­bi­li­da­de mar­ca a ter­cei­ra revo­lu­ção agrí­co­la pela qual o mun­do está pas­san­do. “A agri­cul­tu­ra de bai­xo car­bo­no já é uma rea­li­da­de”, des­ta­cou Moretti.

Eli­za­beth Fer­nan­des res­sal­tou a impor­tân­cia soci­al e econô­mi­ca da cadeia pro­du­ti­va do lei­te para o Bra­sil. Seu pla­no de tra­ba­lho como che­fe-geral se apoia em três eixos: Desen­vol­vi­men­to; ges­tão de Pes­qui­sa, Desen­vol­vi­men­to & Ino­va­ção e Visão estra­té­gi­ca de Ino­va­ção e Negó­ci­os, com des­ta­que para:

- Mape­ar com­pe­tên­ci­as e valo­ri­zar pes­so­as para for­ma­ção de um time de alta performance;

- Esta­be­le­cer pro­ces­so de pri­o­ri­za­ção de temas estra­té­gi­cos de PD&I de for­ma a ali­nhar pes­so­as e orga­ni­za­ções às dire­tri­zes estabelecidas;

- Esta­be­le­cer estra­té­gi­as dire­ci­o­na­das para a pros­pec­ção e cap­ta­ção ati­va de recursos;

- Esti­mu­lar pes­qui­sas com­par­ti­lha­das para a gera­ção de solu­ções de inovação;

- For­ta­le­cer e dire­ci­o­nar ações com visão de negó­cio e atra­ção de par­ce­ri­as visan­do ampli­ar as fron­tei­ras físi­cas de atu­a­ção da Unidade;

- Estru­tu­rar pro­ces­so de ges­tão e comu­ni­ca­ção do port­fó­lio de ati­vos para melhor posi­ci­o­na­men­to mercadológico.

                Toma­ram pos­se jun­to com Eli­za­beth Fer­nan­des os che­fes-adjun­tos de Admi­nis­tra­ção, Adri­a­na Faça­nha; de Pes­qui­sa & Desen­vol­vi­men­to, Mar­co Antô­nio Macha­do e de Trans­fe­rên­cia de Tec­no­lo­gia, Dênis Rocha. A cerimô­nia de pos­se pode ser vis­ta no You­tu­be pelo link: https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox

Fon­te: Embra­pa Gado de Leite

Rolar para cima