Conseleite é apresentado na Gameleira - Balde Branco

O pre­si­den­te da Comis­são Téc­ni­ca de Lei­te da FAEMG, Edu­ar­do Pena, apre­sen­tou duran­te a Mega­lei­te, um pano­ra­ma dos tra­ba­lhos desen­vol­vi­dos pelo Con­se­lei­te, ini­ci­a­ti­va da FAEMG, SILEMG (Sin­di­ca­to da Indús­tria de Lati­cí­ni­os e Deri­va­dos de MG) e OCEMG (Sin­di­ca­to e Orga­ni­za­ção  das Coo­pe­ra­ti­vas de MG), com o obje­ti­vo de ofe­re­cer ao pro­du­tor um pre­ço-refe­rên­cia do lei­te. Ações já desenvolvidas:

  • Cri­a­ção de uma Comis­são Téc­ni­ca, que é pari­tá­ria, for­ma­da pelo mes­mo núme­ro de repre­sen­tan­tes da indús­tria e dos produtores;
  • Levan­ta­men­to de infor­ma­ções refe­ren­tes às rea­li­da­des da indús­tria e dos pro­du­to­res (sis­te­mas de pro­du­ção, cus­tos, etc), em andamento;
  • A inten­ção é que, até outu­bro des­te ano, seja pos­sí­vel ofe­re­cer o pri­mei­ro valor-refe­rên­cia aos produtores.

“Nos­sa expec­ta­ti­va é que o Con­se­lei­te tra­ga trans­pa­rên­cia e pre­vi­si­bi­li­da­de do pre­ço pago ao pro­du­tor. Espe­ro que a Comis­são de Estu­dos Estra­té­gi­cos para a Cadeia de Lác­te­os, que está sen­do cri­a­da pelo gover­no, venha para somar”, Rodri­go Alvim, dire­tor-secre­tá­rio da FAEMG e pre­si­den­te da Comis­são Naci­o­nal de Pecuá­ria de Leite.

“Que­re­mos mais trans­pa­rên­cia nas rela­ções de mer­ca­do. O pro­du­tor de lei­te só rece­be 30 dias após a entre­ga do pro­du­to e nem sabe quan­to irá rece­ber. Que­re­mos que essas pes­so­as pos­sam se pla­ne­jar e pros­pe­rar em suas ati­vi­da­des”, Edu­ar­do Pena, pre­si­den­te da Comis­são de Pecuá­ria de Lei­te da FAEMG.

“O obje­ti­vo é har­mo­ni­zar a cadeia pro­du­ti­va. Por isso, o gover­na­dor cri­ou a Comis­são de Estu­dos Estra­té­gi­cos para a Cadeia de Lác­te­os de MG. A ideia é desen­vol­ver um tra­ba­lho, para­le­lo ao do Con­se­lei­te, incen­ti­van­do e bus­can­do tec­no­lo­gi­as que sejam úteis. Os outros obje­ti­vos são:  ave­ri­guar se as impor­ta­ções estão den­tro da lega­li­da­de e estu­dar, jun­to com a Secre­ta­ria da Fazen­da, algum tipo de incen­ti­vo fis­cal”, Ama­ril­do Kalil, secre­tá­rio de Esta­do da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abastecimento.

Rolar para cima