CNA vai premiar melhor queijo artesanal do Brasil - Balde Branco

Os fina­lis­tas nas três cate­go­ri­as (quei­jo arte­sa­nal tra­di­ci­o­nal de 30 a 180 dias de matu­ra­ção; quei­jo arte­sa­nal com tra­ta­men­to tér­mi­co; e quei­jo arte­sa­nal com adições/aromatizados/condimentados) irão rece­ber um prê­mio em dinhei­ro, o cur­so Sebrae Empre­tec e um cer­ti­fi­ca­do. O pri­mei­ro colo­ca­do rece­be­rá R$ 6 mil, o segun­do R$ 3,5 mil, o ter­cei­ro R$ 2 mil, o quar­to lugar R$ 1 mil e o quin­to colo­ca­do R$ 500

CNA vai premiar melhor queijo artesanal do Brasil 

O Prê­mio CNA Bra­sil Arte­sa­nal 2022 está com as ins­cri­ções aber­tas e irá pre­mi­ar, nes­te ano, o melhor quei­jo arte­sa­nal brasileiro.

O pro­du­tor pode­rá par­ti­ci­par em três cate­go­ri­as: quei­jo arte­sa­nal tra­di­ci­o­nal de 30 a 180 dias de matu­ra­ção; quei­jo arte­sa­nal com tra­ta­men­to tér­mi­co; e quei­jo arte­sa­nal com adições/aromatizados/condimentados. As ins­cri­ções devem ser rea­li­za­das entre 22 de mar­ço e 22 de abril.

O prê­mio é uma par­ce­ria da Con­fe­de­ra­ção da Agri­cul­tu­ra e Pecuá­ria do Bra­sil com a Empre­sa de Pes­qui­sa Agro­pe­cuá­ria de Minas Gerais (Epa­mig) e com o Ser­vi­ço Bra­si­lei­ro de Apoio às Micro e Peque­nas Empre­sas (Sebrae).

Para par­ti­ci­par, é neces­sá­rio se cadas­trar no Pro­gra­ma de Ali­men­tos Arte­sa­nais e Tra­di­ci­o­nais por meio de for­mu­lá­rio dis­po­ní­vel em www.cnabrasil.org.br/concursoq… até o dia 22 de abril. É impor­tan­te des­ta­car que o pro­du­tor rural só pode­rá ins­cre­ver um tipo de quei­jo por categoria.

As amos­tras devem ser envi­a­das para a sede da Epa­mig, em Belo Hori­zon­te, entre os dias 22 e 30 de abril (pra­zo de pos­ta­gem), por Cor­rei­os ou trans­por­ta­do­ra; ou entre­gues pre­sen­ci­al­men­te entre os dias 02 e 06 de maio.

O pro­du­to será ava­li­a­do às cegas por uma comis­são jul­ga­do­ra for­ma­da por téc­ni­cos espe­ci­a­lis­tas, que pré-sele­ci­o­na­rá 15 quei­jos arte­sa­nais, cin­co por cate­go­ria, levan­do em con­si­de­ra­ção o aspec­to glo­bal, cor, tex­tu­ra, odor, aro­ma, con­sis­tên­cia e sabor.

Após a pré-ava­li­a­ção have­rá uma eta­pa de júri popu­lar, onde o públi­co pode­rá votar nos quei­jos sele­ci­o­na­dos em uma degus­ta­ção às cegas.

O prê­mio tam­bém irá ava­li­ar a his­tó­ria do pro­du­to, que deve­rá ser envi­a­da pelo pro­du­tor na ficha de ins­cri­ção. Essa eta­pa pre­ten­de ana­li­sar, por exem­plo, o conhe­ci­men­to tra­di­ci­o­nal, a con­tri­bui­ção para a auto­no­mia econô­mi­ca do pro­du­tor (a) rural, a sus­ten­ta­bi­li­da­de ambi­en­tal e o aspec­to dife­ren­ci­al ou ori­gi­nal do produto.

Os fina­lis­tas nas três cate­go­ri­as irão rece­ber um prê­mio em dinhei­ro, o cur­so Sebrae Empre­tec e um cer­ti­fi­ca­do. O pri­mei­ro colo­ca­do rece­be­rá R$ 6 mil, o segun­do R$ 3,5 mil, o ter­cei­ro R$ 2 mil, o quar­to lugar R$ 1 mil e o quin­to colo­ca­do R$ 500.

Todas as eta­pas do Prê­mio CNA Bra­sil Arte­sa­nal 2022 – Quei­jo estão des­cri­tas no regu­la­men­to do con­cur­so, dis­po­ní­vel em https://www.cnabrasil.org.br

Fon­te: Con­fe­de­ra­ção da Agri­cul­tu­ra e Pecuá­ria do Brasil