Caio Carvalho retorna à presidência da ABAG em 2022 - Balde Branco

Enge­nhei­ro agrô­no­mo for­ma­do pela Esco­la Supe­ri­or de Agri­cul­tu­ra Luiz de Quei­róz (Esalq/USP), Car­va­lho pos­sui cur­sos de pós-gra­du­a­ção em Agro­no­mia e em Admi­nis­tra­ção pela Facul­da­de de Eco­no­mia e Admi­nis­tra­ção da Uni­ver­si­da­de de São Pau­lo (FEA/USP), e Van­der­bilt Uni­ver­sity (EUA)

 
 
 
 
 
 

Caio Carvalho retorna à presidência da ABAG em 2022 

A par­tir de janei­ro de 2022, a ABAG — Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra do Agro­ne­gó­cio con­ta­rá com uma nova dire­to­ria e pas­sa­rá a ser pre­si­di­da por Luiz Car­los (Caio) Cor­rêa Car­va­lho, que já havia coman­da­do a asso­ci­a­ção entre 2012 e 2018, em subs­ti­tui­ção ao atu­al pre­si­den­te, Mar­cel­lo Brito.

Enge­nhei­ro agrô­no­mo for­ma­do pela Esco­la Supe­ri­or de Agri­cul­tu­ra Luiz de Quei­róz (Esalq/USP), Car­va­lho pos­sui cur­sos de pós-gra­du­a­ção em Agro­no­mia e em Admi­nis­tra­ção pela Facul­da­de de Eco­no­mia e Admi­nis­tra­ção da Uni­ver­si­da­de de São Pau­lo (FEA/USP), e Van­der­bilt Uni­ver­sity (EUA).

Des­de 1983, atua como dire­tor da Cana­plan, empre­sa de con­sul­to­ria e pro­je­tos para o setor sucro­e­ner­gé­ti­co. Com gran­de conhe­ci­men­to do setor de açú­car e álco­ol, Car­va­lho é sócio da Bio­a­gen­cia, empre­sa comer­ci­a­li­za­do­ra de eta­nol nos mer­ca­dos inter­no e externo.

Con­si­de­ra­da uma das enti­da­des mais atu­an­tes do setor no país, a ABAG tem tra­ba­lha­do for­te­men­te para o desen­vol­vi­men­to do agro­ne­gó­cio bra­si­lei­ro, por meio da par­ti­ci­pa­ção nos prin­ci­pais con­tex­tos naci­o­nais e glo­bais que envol­vam a com­pe­ti­ti­vi­da­de, pro­du­ti­vi­da­de e sus­ten­ta­bi­li­da­de des­se seg­men­to. Por meio de seus comi­tês temá­ti­cos, vem dis­cu­tin­do e fomen­tan­do ações em assun­tos trans­ver­sais, como por exem­plo, logís­ti­ca, bio­e­co­no­mia, con­ser­va­ção ambi­en­tal, que são fun­da­men­tais para o futu­ro do agro.

A ABAG tem ain­da cola­bo­ra­do com a ini­ci­a­ti­va pri­va­da para dis­se­mi­nar a impor­tân­cia do agro­ne­gó­cio para o desen­vol­vi­men­to soci­al, econô­mi­co e ambi­en­tal bra­si­lei­ro, bem como tra­ba­lha­do jun­to as ins­tân­ci­as gover­na­men­tais para a cri­a­ção de polí­ti­cas e ações para a evo­lu­ção des­se setor. Para a soci­e­da­de civil, a enti­da­de tem se empe­nha­do em levar infor­ma­ção qua­li­fi­ca­da que con­tri­bua para o for­ta­le­ci­men­to da mar­ca do agro no for­ne­ci­men­to de ali­men­tos e pro­du­tos indis­pen­sá­veis para a vida, sem­pre pau­ta­do na pro­te­ção ambi­en­tal e na igual­da­de social.

Car­va­lho con­ti­nu­a­rá o pro­ces­so de moder­ni­za­ção da ABAG e  tra­ba­lha­rá ardu­a­men­te em defe­sa da repu­ta­ção do agro bra­si­lei­ro nos mer­ca­dos inter­no e inter­na­ci­o­nal. Seu man­da­to será de dois anos.

Fon­te: ABAG