Bateria de touros da Alta é destaque no Sumário do Gir Leiteiro - Balde Branco

Resul­ta­dos divul­ga­dos no final de maio rea­fir­mam posi­ci­o­na­men­to de lide­ran­ça da empre­sa canadense

Bateria de touros da Alta é destaque no Sumário do Gir Leiteiro

OSumá­rio de Tou­ros do Pro­gra­ma Naci­o­nal de Melho­ra­men­to do Gir Lei­tei­ro da Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Cri­a­do­res de Gir Lei­tei­ro (ABC­GIL) e da Embra­pa aca­ba de ser divul­ga­do. E, os resul­ta­dos lan­ça­dos demons­tram que a bate­ria de tou­ros da Alta Gene­tics é um dos gran­des des­ta­ques do Sumá­rio 2021.

“Den­tre os seis (6) melho­res tou­ros para lei­te, com sêmen dis­po­ní­vel, 50% estão na Alta. O Sumá­rio é cla­ro em mos­trar que man­te­mos a nos­sa lide­ran­ça e como já é cos­tu­me, sem­pre apre­sen­ta­mos a mai­or e a melhor bate­ria de Gir Lei­tei­ro do mer­ca­do”, é o que afir­ma o Geren­te de Pro­du­to Lei­te Naci­o­nal da Alta, Gui­lher­me Marquez.

Ain­da segun­do Mar­quez, outro dado impor­tan­te é que na sele­ção dos 25% melho­res tou­ros para lei­te, tam­bém com sêmen dis­po­ní­vel, 41% estão na Alta. “Temos mui­to mais tou­ros clas­si­fi­ca­dos entre os melho­res, o que demons­tra a qua­li­da­de do tra­ba­lho e a diver­si­da­de de linha­gens”, complementa. 

Novi­da­de no Sumá­rio 2021. Con­du­zi­do há 36 anos por meio de uma par­ce­ria entre a Embra­pa e a ABC­GIL (Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra dos Cri­a­do­res de Gir Lei­tei­ro), com o apoio téc­ni­co da ABCZ (Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Cri­a­do­res de Zebu), o Pro­gra­ma Naci­o­nal de Melho­ra­men­to do Gir Lei­tei­ro (PNM­GL) envol­ve tam­bém a cola­bo­ra­ção de diver­sas ins­ti­tui­ções públi­cas e pri­va­das do país. A gran­de novi­da­de des­se ano é que os resul­ta­dos são úni­cos e com­pa­rá­veis entre o PNM­GL e o PMGZ Lei­te. A ABCZ sem­pre foi impor­tan­te par­cei­ra, mas para o Sumá­rio 2021 hou­ve uma mai­or apro­xi­ma­ção entre as equi­pes téc­ni­cas, fazen­do com que as ava­li­a­ções fos­sem fei­tas de for­ma colaborativa.

Assim, ago­ra há um bali­za­men­to úni­co para pro­ces­sos sele­ti­vos e para o mer­ca­do de com­pra e ven­da, em ter­mos de pre­di­ções gené­ti­cas. “Esse fator trou­xe mais faci­li­da­de para os cri­a­do­res em dire­ci­o­nar os aca­sa­la­men­tos den­tro dos reba­nhos, evi­tan­do pos­sí­veis con­fu­sões e dire­ci­o­nan­do sem­pre para o mes­mo foco, que é o melho­ra­men­to gené­ti­co”, fina­li­za Marquez.

Os tou­ros des­ta­que da Alta, para lei­te são: CK Oper­cus (foto); Gim Fiv do Basa; Iva Fiv de Bra­sí­lia; Jaguar TE do Gavião; Hus­san DP; Pra­desh dos Poções e Ele do Sucesso.

Abai­xo, mais dados de des­ta­que tra­zi­dos pelo Sumá­rio do Gir Lei­tei­ro 2021:

.TOP 10% de PTA* ida­de ao pri­mei­ro parto

40% dos tou­ros estão na Alta

.TOP 10% de PTA* proteína

41% estão na Alta

.TOP 10% de PTA* gordura

41% estão na Alta

.TOP para o índi­ce pro­du­ção da raça Gir Leiteiro

44% estão na Alta

*PTA (Pre­dic­ted Trans­mis­si­on Abi­lity)” cuja tra­du­ção é “Capa­ci­da­de Pre­vis­ta de Transmissão”.

Fon­te: Asses­so­ria de Comu­ni­ca­ção da Alta

Rolar para cima