Balanço CNA: Alta volatilidade deve permanecer em 2022 - Balde Branco

O diretor técnico da CNA, Bruno Lucchi; o presidente da CNA, João Martins, e a diretora de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, durante a coletiva

BALANÇO CNA

Alta volatilidade

deve permanecer em 2022 

Clima e cenário internacional trazem otimismo para pecuária leiteira no novo ano 

Marcos Giesteira

A con­jun­ção de fato­res macro­e­conô­mi­cos e cli­má­ti­cos apon­ta para um ano de cau­te­la na pecuá­ria lei­tei­ra. Com a pre­vi­são do dólar em alta ante o real em 2022, a pres­são sobre os cus­tos de pro­du­ção con­ti­nu­a­rá ele­va­da e a ten­dên­cia é de manu­ten­ção da vola­ti­li­da­de nos pre­ços dos insu­mos, vis­to que gran­de par­te des­ses pro­du­tos é importada.

Ape­sar de o câm­bio em alta favo­re­cer as expor­ta­ções de milho e soja uti­li­za­dos na ali­men­ta­ção ani­mal, uma notí­cia posi­ti­va é que as chu­vas irre­gu­la­res e as gea­das em impor­tan­tes regiões pro­du­to­ras, que com­pro­me­te­ram a pro­du­ção e a qua­li­da­de das pas­ta­gens no ano pas­sa­do, não deve­rão se repetir.

“A pró­xi­ma safra cami­nha para ofe­re­cer um qua­dro de ofer­ta e deman­da de milho e soja mais favo­rá­vel inter­na­men­te, com aumen­to da pro­du­ção e dos esto­ques ini­ci­ais e finais de cada grão, fato que deve se refle­tir em meno­res pre­ços em 2022 para o pro­du­tor de lei­te”, pro­je­ta o asses­sor téc­ni­co na CNA, Thi­a­go Rodrigues.

Thiago Rodrigues: “A perspectiva favorável de aumento da produção e dos estoques iniciais e finais de cada grão deverá se refletir em menores preços em 2022 para o produtor de leite” 

Para continuar lendo, assine nossa revista