Avaliação da qualidade do leite - Balde Branco

A Ali­an­ça Lác­tea Sul Bra­si­lei­ra soli­ci­ta­rá dados naci­o­nais sobre a qua­li­da­de do lei­te ao Mapa

Lide­ran­ças e inte­gran­tes da Ali­an­ça Lác­tea Sul Bra­si­lei­ra reu­ni­ram-se no últi­mo dia 10 de abril, em Flo­ri­a­nó­po­lis-SC, para tra­tar das deman­das e gar­ga­los do setor. Duran­te o encon­tro, ficou defi­ni­do que a enti­da­de irá soli­ci­tar ao Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to um rela­tó­rio com dados sobre o desem­pe­nho das indús­tri­as no que diz res­pei­to ao aten­di­men­to dos parâ­me­tros de qua­li­da­de pre­vis­tos na Ins­tru­ção Nor­ma­ti­va  62, de 2011.

“Que­re­mos saber se a qua­li­da­de da maté­ria-pri­ma melho­rou”, dis­se o secre­tá­rio-exe­cu­ti­vo do Sin­di­lat, Dar­lan Palha­ri­ni, que par­ti­ci­pou da reu­nião. A ideia, expli­ca ele, é saber que esta­dos e regiões do país já avan­ça­ram na redu­ção dos níveis de con­ta­gem bac­te­ri­a­na total e a con­ta­gem de célu­las somá­ti­cas, por exem­plo, para caso seja neces­sá­rio vol­tar a dis­cu­tir a regu­la­men­ta­ção, que pre­vê novo esca­lo­na­men­to dos parâ­me­tros a par­tir de 2018.

Duran­te a reu­nião da Ali­an­ça Lác­tea Sul Bra­si­lei­ra, tam­bém foi abor­da­da a neces­si­da­de de avan­çar na equi­va­lên­cia dos sis­te­mas de ins­pe­ção esta­du­al no Rio Gran­de do Sul, já que Para­ná e San­ta Cata­ri­na estão envi­an­do pro­je­tos de lei refe­ren­tes a este assun­to à Assem­bleia Legis­la­ti­va dos seus esta­dos, segun­do infor­ma­ção do  Sindilat.

Rolar para cima