Agroceres Multimix investe em nova unidade fabril em Quatro Pontes (PR) - Balde Branco

A esco­lha da cida­de de Qua­tro Pon­tes para a cons­tru­ção da uni­da­de fabril foi resul­ta­do de mui­ta pes­qui­sa e aná­li­se. O oes­te do Para­ná é uma região gran­de pro­du­to­ra de milho, tri­go, soja e outros impor­tan­tes insu­mos para a nutri­ção animal

 
 

Agroceres Multimix investe em nova unidade fabril em Quatro Pontes (PR)

A Agro­ce­res Mul­ti­mix, empre­sa de nutri­ção ani­mal do Gru­po Agro­ce­res, esco­lheu a cida­de de Qua­tro Pon­tes, na região oes­te do esta­do do Para­ná, para ins­ta­lar sua nona fábri­ca de pro­du­tos de nutri­ção ani­mal. Atu­al­men­te a empre­sa con­ta com oito fábri­cas ins­ta­la­das nos esta­dos de São Pau­lo, Minas Gerais, Goiás, Mato Gros­so e Mato Gros­so do Sul.

“A empre­sa vem cres­cen­do mui­to na região Sul do Bra­sil e a neces­si­da­de de uma fábri­ca para aten­der melhor esse mer­ca­do já fazia par­te do nos­so pla­ne­ja­men­to estra­té­gi­co. Fal­ta­va ape­nas defi­nir o melhor local”, afir­ma Ricar­do A Ribei­ral, dire­tor supe­rin­ten­den­te da empresa.

A esco­lha da cida­de de Qua­tro Pon­tes para a cons­tru­ção da uni­da­de fabril foi resul­ta­do de mui­ta pes­qui­sa e aná­li­se. O oes­te do Para­ná é uma região gran­de pro­du­to­ra de milho, tri­go, soja e outros impor­tan­tes insu­mos para a nutri­ção ani­mal. Além dis­so, a região con­cen­tra mais de 70% da cri­a­ção e aba­te de suí­nos do esta­do, mais de 10% de toda a pro­du­ção naci­o­nal de fran­gos e pos­sui uma pecuá­ria lei­tei­ra impor­tan­te e em crescimento.

“Outro pon­to que aju­dou na deci­são é a qua­li­da­de da infra­es­tru­tu­ra de arma­ze­na­gem e trans­por­te da região, além de uma cul­tu­ra coo­pe­ra­ti­vis­ta moder­na que for­ta­le­ce e poten­ci­a­li­za a pro­du­ti­vi­da­de dos pro­du­to­res. Das 20 mai­o­res coo­pe­ra­ti­vas do setor no país, 5 estão na região Oes­te do Para­ná”, res­sal­ta Ribeiral.

O pro­je­to da fábri­ca foi desen­vol­vi­do para ocor­rer em duas eta­pas. “Na pri­mei­ra vamos cons­truir nos­sa estru­tu­ra fabril vol­ta­da para rações e con­cen­tra­dos de mono­gás­tri­cos. A con­clu­são e o iní­cio das ope­ra­ções estão pre­vis­tos para o segun­do semes­tre de 2023. Na segun­da eta­pa, cons­trui­re­mos nos­sa linha para rumi­nan­tes e a estru­tu­ra para pro­du­ção de núcle­os e pre­mi­xes.”, infor­ma Luiz A Tral­di, Geren­te Indus­tri­al da empresa.

Com um inves­ti­men­to pró­xi­mo de 100 milhões de reais, o novo com­ple­xo fabril da Agro­ce­res Mul­ti­mix terá uma área cons­truí­da de 65mil m², com uma capa­ci­da­de total de pro­du­ção aci­ma de 40 mil toneladas/mês. “Esta­mos uti­li­zan­do o que há de mais moder­no nes­sa fábri­ca”, res­sal­ta Ribeiral.

Fon­te: Agro­ce­res Multimix