Acordo para apoiar queijo artesanal - Balde Branco

A Ema­ter-MG assi­nou, no úl¬timo dia 27 de julho, um Acor­do de Coo­pe­ra­ção Téc­ni­ca com o Sebrae Minas para a pro­mo­ção de arran­jos pro­du­ti­vos no setor rural. O obje­ti­vo é somar com­pe­tên­ci­as no pla­ne­ja­men­to e na exe­cu­ção de ações para levar mais conhe­ci­men­tos aos pro­du­to­res, pro­mo­ver a ino­va­ção no cam­po e ampli­ar o aces­so a mer­ca­dos. O acor­do abran­ge as cida­des de Patos de Minas, Ube­ra­ba, Uber­lân­dia e Unaí.

Dois pla­nos de tra­ba­lho des­ta par­ce­ria já estão em exe­cu­ção: o quei­jo Minas arte­sa­nal de Ara­xá, no Alto Para­naí­ba, e o aba­ca­xi de Fru­tal, no Tri­ân­gu­lo Minei­ro. “Além da exten­são rural, da assis­tên­cia téc­ni­ca e do acom­pa­nha­men­to das pro­pri­e­da­des, tere­mos ago­ra um aumen­to de ser­vi­ços para apoi­ar os negó­ci­os rurais”, expli­cou o pre­si­den­te da Ema­ter-MG, Gle­nio Martins.

No caso do Quei­jo Minas Arte­sa­nal, a par­ce­ria pre­vê aumen­tar o núme­ro de pro­du­to­res cer­ti­fi­ca­dos, bus­car a indi­ca­ção geo­grá­fi­ca do quei­jo de Ara­xá e implan­tar uma cen­tral de comer­ci­a­li­za­ção de quei­jos. Tam­bém será orga­ni­za­do um semi­ná­rio vol­ta­do para a obten­ção de cré¬dito rural para a atividade.

Rolar para cima