ABS anuncia compra da In Vitro Brasil - Balde Branco

Em 2015, a empre­sa havia adqui­ri­do 51% dos títu­los e, ago­ra, divul­gou o fim da nego­ci­a­ção, antes dos demais 49%

A par­tir des­te mês de abril, a ABS Glo­bal pas­sa a con­tro­lar 100% das ações da In Vitro Bra­sil S.A. Des­de 2015, a mul­ti­na­ci­o­nal ame­ri­ca­na já pos­suía a mai­o­ria dos títu­los (51%) da empre­sa foca­da em pro­du­ção  In Vitro de embriões bovi­nos. A nego­ci­a­ção dos outros 49% era espe­ra­da para 2018, mas foi ante­ci­pa­da e con­cluí­da no dia 31 de mar­ço e anun­ci­a­da no últi­mo dia 18 de abril.

“Esta­mos mui­to feli­zes com esse anún­cio. Essa ação vai nos per­mi­tir ampli­ar ain­da mais o que fize­mos nes­tes pri­mei­ros dois anos de inte­gra­ção das empre­sas, quan­do con­so­li­da­mos nos­sos valo­res de pio­nei­ris­mo e ino­va­ção, ofe­re­cen­do para o mer­ca­do mun­di­al mais e melho­res opções de melho­ra­men­to gené­ti­co”, come­mo­rou o dire­tor da ABS no Bra­sil, Már­cio Nery, fazen­do refe­rên­cia ao lan­ça­men­to do ABS NEO, que foi o pri­mei­ro pro­du­to fru­to da par­ce­ria, regis­trou suces­so em todas as regiões bra­si­lei­ras e já come­çou a ser uti­li­za­do por outros países.

O valor total do inves­ti­men­to nos 49% das ações foi de cer­ca R$ 45 milhões.  Em feve­rei­ro de 2015, o gru­po Genus inves­tiu R$ 20 milhões em 51%. A ABS Glo­bal é refe­rên­cia mun­di­al em gené­ti­ca bovi­na, ser­vi­ços de repro­du­ção e tec­no­lo­gia de inse­mi­na­ção arti­fi­ci­al, com atu­a­ção em mais de 70 paí­ses. Já a In Vitro é uma empre­sa de bio­tec­no­lo­gia  foca­da em pro­du­ção de embriões bovi­nos por fer­ti­li­za­ção in vitro (FIV). Sedi­a­da no Bra­sil, a com­pa­nhia ope­ra em 17 paí­ses, incluin­do Esta­dos Uni­dos, Colôm­bia, Méxi­co, Moçam­bi­que e Rússia.

Para Ricar­do Cam­pos, dire­tor da ABS na Amé­ri­ca Lati­na, a incor­po­ra­ção da IVB tem sido um pilar no cres­ci­men­to da ABS no ano pas­sa­do. “Fomos capa­zes de cons­truir uma pro­pos­ta de valor base­a­da na melho­ria gené­ti­ca em com­bi­na­ção com os nos­sos ser­vi­ços e pro­gra­mas. Esta aqui­si­ção nos per­mi­ti­rá ace­le­rar nos­sos pla­nos de expan­são no uso de tec­no­lo­gia de fer­ti­li­za­ção in vitro para outros paí­ses”, completa.

Uma expan­são que já come­çou des­de a pri­mei­ra eta­pa e nego­ci­a­ções. Em junho do ano pas­sa­do, por exem­plo, foi inau­gu­ra­do o labo­ra­tó­rio da IVB no Méxi­co, pos­si­bi­li­tan­do a entra­da de um novo pro­du­to no port­fó­lio da ABS no país: o IVB Neo. “Nos pos­si­bi­li­tou ino­var, aumen­tan­do a nos­sa ofer­ta de solu­ções gené­ti­cas ao mer­ca­do. Em um futu­ro pró­xi­mo, a Fer­ti­li­za­ção In Vitro de embriões será uma fer­ra­men­ta essen­ci­al para a repro­du­ção bovi­na”, ava­lia Luis Gon­za­lez Mar­ti­nez, res­pon­sá­vel pela ABS no México.

Rolar para cima