INs 76 e 77 | BOAS PRÁTICAS: Manejo, conforto e bem-estar animal

  • 2 de outubro de 2019
INs 76 e 77 | BOAS PRÁTICAS: Manejo, conforto e bem-estar animal

Não há como pensar numa pecuária leiteira profissional sem garantir condições de conforto aos animais na fazenda, já que hoje está comprovada sua influência na saúde e no desempenho do rebanho

Na profissionalização das fazendas leiteiras, a implantação das Boas Práticas, conforme estabelece a IN 77, é o caminho certo para obter a qualidade e segurança do leite. Na sequência da orientação na implantação das Boas Práticas na produção de leite, com base em trabalho da Cia do Leite, de Lavras-MG, a Balde Branco traz nesta edição as Boas Práticas no Conforto e Bem-estar Animal. Vale o alerta de que, para mais detalhes, sobre cada aspecto das BP, deve-se consultar o texto das INs 76 e 77.

Nas últimas décadas, o conforto e bem-estar animal é um tema que tem ganhando uma grande projeção em vista de sua suma importância na criação dos animais, não só como uma maneira de lhes garantir qualidade de vida, mas também porque comprovadamente melhora seu desempenho produtivo.

Seja nos aspectos de sanidade, nutrição, reprodução, seja no comportamento, as condições de desconforto, maus-tratos, barro, manejo e instalações inadequados são muito impactantes no desempenho dos bovinos de leiteiros. E mais: soma-se a isso nosso clima tropical, com altas temperaturas, que trazem severo desconforto aos animais leiteiros, sobretudo aos de origem europeia.

Leia a íntegra desta matéria na edição Balde Branco 658 (outubro/2019)