Girolando confirma segunda edição da Exposição Interestadual em Uberaba

  • 23 de fevereiro de 2018
Girolando confirma segunda edição da Exposição Interestadual em Uberaba

A primeira edição da Exposição Interestadual de Girolando – Circuito Megaleite Etapa Sul/Sudeste, que ocorreu de 17 a 24 de fevereiro no Parque Fernando Costa, em Uberaba/MG, confirmou a grande evolução da raça Girolando. Mais de 200 animais Girolando de diversos criatórios do Brasil participaram das competições de julgamento e torneio leiteiro. Para o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, esta primeira edição foi um sucesso. “A exposição atendeu todas as nossas expectativas e permitiu maior união com as raças Nelore, Gir Leiteiro, Indubrasil e Guzerá, fortalecendo ainda mais a Girolando. Assim, nossos associados podem começar o ano com esperança de que dias melhores virão, pois a exposição atendeu muito bem o anseio de todos os expositores. A diretoria já aprovou o evento para o próximo ano nos mesmos moldes dessa primeira edição.”, assegura o presidente. Somando os animais participantes de todas as raças que fizeram exposições simultaneamente à Exposição Interestadual de Girolando, o Parque Fernando Costa recebeu 1200 exemplares.

A Exposição Interestadual de Girolando – Circuito Megaleite Etapa Sul/Sudeste ainda abriu espaço para apresentar as reivindicações do setor. O presidente Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite), Geraldo Borges, ministrou palestra sobre “Planejamento, produção e perspectivas de preço para 2018”. Segundo ele, apesar da melhoria do sistema de produção nas fazendas e do aumento do volume anual produzido, faltam leis para defender o setor de medidas econômicas consideradas prejudiciais, como, por exemplo, a importação de leite em pó do Uruguai. “Já existe um Projeto de Lei em tramitação no Congresso que obriga a utilização da palavra leite somente para produtos que são exclusivamente leite. Leite de soja, leite de coco, leite de arroz, leite de amêndoa não poderiam mais usar a palavra leite.”, destaca Borges. Outros 17 Projetos de Lei que beneficiam a pecuária leiteira também estão em tramitação.

Dois momentos muito esperados pelos pecuaristas foram as competições de julgamento e torneio leiteiro. Na pista, a Grande Campeã da composição racial 1/2HOL + 1/2GIR foi DAMA FIV da Muriama, do expositor Paulo Victor Sousa Machado. Na composição racial 3/4HOL + 1/4GIR, a Grande Campeã foi GOBO GILLESPY FIV da Xapetuba, do expositor José Antônio da Silveira. O Grande Campeão foi Disciplinado Luxo Estância Santa Helena, do expositor Alex Lima Alves. Na composição racial 5/8HOL + 3/8GIR, a Grande Campeã foi ICH Liria Aftershock, do expositor José Renato Chiari. O jurado Fábio Fogaça foi o responsável pela escolha dos campeões.

No Torneio Leiteiro, a campeã geral em “Produção Absoluta de Leite” foi 154 FIV Sanchez, com produção total de 227,640 kg/leite e média de 75,880 kg/leite. Ela pertence ao expositor Antônio Gilberto de Castro e Outros (Condomínio Mirante). Ela também venceu na competição “Composição do Leite”, com produção 174,663 kg e média de 58,221 kg.

Organizada pela Girolando, a 1ª Exposição Interestadual de Girolando – Circuito Megaleite Etapa Sul/Sudeste teve a parceria na realização da Associação Mineira dos Criadores de Nelore (AMCN) e da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), além do apoio da empresa de consultoria pecuária Boi/Beef Milk Brasil, da Prefeitura de Uberaba, da Câmara Municipal de Uberaba, da Certrim e do Sicoob Uberaba.