Gado Girolando pode ir para o Iraque

  • 13 de setembro de 2017

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Iraque in­formou que o país do Oriente Médio está interessado em comprar gado leiteiro do Brasil. “A raça Girolando mostrou que se adapta muito bem ao nosso clima”, afirmou Hayder Majeed Hameed Hameed, dono de uma empresa iraquiana de proteína animal, em comuni­cado divulgado pela entidade.

Há experiências e nego­ciações em andamento e os acertos poderão incluir também equipamentos voltados a fazen­das leiteiras. A câmara informa que o Iraque já tem importado gado brasileiro Nelore e que, agora, tem como objetivo ex­pandir as compras com animais para produção de leite.

O rebanho bovino iraquia­no sofreu grande redução por causa de ataques do Estado Islâmico. O projeto de recom­posição faz parte do programa de retomada da atividade agropecuária do país, criado pelo governo, que conta com investimentos de US$ 400 milhões. Conforme a entidade, o Iraque tinha um rebanho de 2,5 milhões de cabeças há dois anos, mas atualmente este número é 70% menor.