Fazenda RAR: excelência na criação de bezerras

  • 8 de maio de 2019
Fazenda RAR: excelência na criação de bezerras

Com tradição pelo padrão de qualidade de seus produtos e genética dos animais, essa fazenda de Rio Grande do Sul conquistou o prêmio AltaCria na criação de bezerras
Sâmela Lauz

Pioneira na produção do queijo tipo Grana, a Fazenda RAR, localizada em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra Gaúcha, teve sua excelência, mais uma vez, reconhecida: recebeu o prêmio AltaCria pelos cuidados na criação das bezerras. A empresa foi a vencedora no quesito maior ganho de peso na fase de aleitamento, em uma avaliação da qual participaram 50 fazendas do segmento leiteiro de todo o País, ao longo de 2018.

Segundo Ângelo Lacerda Serrano, gerente da RAR, a fazenda sempre se esmerou nos cuidados na criação de bezerras e obviamente na recria, pois elas serão as futuras matrizes, que devem ser saudáveis e produtivas. Ele explica a importância desse programa de avaliação AltaCria, que é realizado por um grupo de especialistas na área de zootecnia, com base no padrão ouro de criação de bezerros nos Estados Unidos. Ao final de cada ano, as fazendas que atingem os melhores indicadores são reconhecidas, o que, além desse destaque pelo trabalho bem feito, é um estímulo para os produtores buscarem continuamente a melhoria nessa etapa tão importante da produção de leite.

“A fase de aleitamento do rebanho, que dura em média 90 dias, é extremamente importante e influencia diretamente na produtividade. Não basta alimentar as novilhas, é preciso muito empenho para que se desenvolvam de maneira saudável e, assim, consigamos manter a qualidade do leite produzido pelo rebanho futuro”, afirma Ângelo Serrano, acrescentando que esse prêmio é um reconhecimento principalmente para a equipe de tratadores, que tem o firme compromisso de fazer seu trabalho com dedicação e qualidade.

Leia a íntegra desta matéria na edição Balde Branco 653 (maio/2019)