EVENTO: Agroleite a caminho da internacionalização

  • 4 de setembro de 2019
EVENTO: Agroleite a caminho da internacionalização

O evento mais uma vez se mostrou um acontecimento cheio de atrativos, robusto em seu formato, bem focado em tecnologias, com extrema organização, e de muito bom gosto na estética de sua estrutura

Edson Lemos

 

‘Halley Ruivinha Doorman 538 TE’ agora é eterna. A vaca holandesa branca de 4 anos, do criatório de Pedro Elgersma, de Arapoti-PR, inscreveu seu nome definitivamente na Calçada da Fama da Cidade do Leite, em Castro-PR, ao se sagrar Grande Campeã e Campeã Suprema do Agroleite 2019.

Observando-se o histórico do animal o título se revela muito bem merecido. Até se tornar Campeã Suprema do mais consagrado certame leiteiro do País, ‘Ruivinha’ (Excelente, 93 pontos) já havia conquistado o título de Grande Campeã da Expofrísia 2019, durante certame realizado no mês de abril. O criador Elgersma, por sua vez, confirmou a fama de “pé quente”. Ele foi o ganhador do grande campeonato do Circuito Nacional da Raça Holandesa, variedade Preto e Branco em 2018, além de conquistar as honras de Melhor Afixo e Melhor Criador e Expositor de gado adulto.

Entre as realizações e conquistas alcançadas pelo evento em 2019, se destacam os 259 expositores (54 a mais em relação ao ano anterior). Como os expositores trouxeram grande diversidade de equipamentos e tecnologias, as empresas movimentaram R$ 78 milhões em negócios, pelos dados oficiais. Desde a abertura, o público foi sempre muito bom, apesar do frio. Passaram pelo portal da Cidade do Leite 75 mil visitantes, de acordo com os controles. “Tivemos muitas visitas internacionais: gente da França, Malásia, do Uruguai, Argentina, do Paraguai, África, Holanda; os participantes do XV Congresso Holstein de Las Américas, que fizeram o fechamento com ‘um dia no Agroleite’, visitando algumas propriedades, e fizeram a reinauguração da Casa do Holandês”, destaca o gerente de Negócios Leite da Castrolanda, Eduardo Ribas.

Ele volta no tempo para lembrar que “em 2017 tínhamos um Agroleite muito bonito. Mas de lá pra cá, dois anos depois, a exposição cresceu e mudou muito. Comparativamente, em 2019 estamos com: torneio leiteiro de alta produção; torneio leiteiro de aproximação; trilha do leite; parque das forragens; pavilhão internacional; pavilhão da inovação; 1º torneio de decoração do recinto dos animais pelos expositores; presença do gado de corte; 40% a mais de expositores; e 8 novas casas na Cidade do Leite”.

O pacote de mudanças foi ainda mais longe. O visitante atento pode perceber que nesta edição, dentro do Troféu Agroleite – premiação tradicionalmente concedida a empresas e personalidades de destaque em alguns segmentos da cadeia do leite – a cooperativa criou dois prêmios novos. Agora, o Comitê do Agroleite escolhe duas empresas ou personalidades a serem homenageadas, sendo uma que represente inovação – neste ano foi o laboratório dentro do bolso, um equipamento que traz benefícios para aumentar a produtividade e lucratividade dentro da empresa, onde o nutricionista formula os níveis dos volumosos com o que tem dentro da propriedade.

 


Leia a íntegra desta matéria na edição Balde Branco 657 (setembro/2019)