Conseleite é apresentado na Gameleira

  • 4 de julho de 2018
Conseleite é apresentado na Gameleira

O presidente da Comissão Técnica de Leite da FAEMG, Eduardo Pena, apresentou durante a Megaleite, um panorama dos trabalhos desenvolvidos pelo Conseleite, iniciativa da FAEMG, SILEMG (Sindicato da Indústria de Laticínios e Derivados de MG) e OCEMG (Sindicato e Organização  das Cooperativas de MG), com o objetivo de oferecer ao produtor um preço-referência do leite. Ações já desenvolvidas:

  • Criação de uma Comissão Técnica, que é paritária, formada pelo mesmo número de representantes da indústria e dos produtores;
  • Levantamento de informações referentes às realidades da indústria e dos produtores (sistemas de produção, custos, etc), em andamento;
  • A intenção é que, até outubro deste ano, seja possível oferecer o primeiro valor-referência aos produtores.

“Nossa expectativa é que o Conseleite traga transparência e previsibilidade do preço pago ao produtor. Espero que a Comissão de Estudos Estratégicos para a Cadeia de Lácteos, que está sendo criada pelo governo, venha para somar”, Rodrigo Alvim, diretor-secretário da FAEMG e presidente da Comissão Nacional de Pecuária de Leite.

“Queremos mais transparência nas relações de mercado. O produtor de leite só recebe 30 dias após a entrega do produto e nem sabe quanto irá receber. Queremos que essas pessoas possam se planejar e prosperar em suas atividades”, Eduardo Pena, presidente da Comissão de Pecuária de Leite da FAEMG.

“O objetivo é harmonizar a cadeia produtiva. Por isso, o governador criou a Comissão de Estudos Estratégicos para a Cadeia de Lácteos de MG. A ideia é desenvolver um trabalho, paralelo ao do Conseleite, incentivando e buscando tecnologias que sejam úteis. Os outros objetivos são:  averiguar se as importações estão dentro da legalidade e estudar, junto com a Secretaria da Fazenda, algum tipo de incentivo fiscal”, Amarildo Kalil, secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.